Edinho Silva


Sociólogo e professor, Edinho Silva, graduou-se em Ciências Sociais na Unesp de Araraquara e obteve o título de Mestre em Engenharia de Produção, na Universidade Federal de São Carlos. Nascido em Pontes Gestal, pequena cidade da região de São José do Rio Preto, mudou-se aos 4 anos de idade para Araraquara. É pai de Pedro, Isabela e João.

Foi office-boy, trabalhou em Araraquara no Escritório Paulista e na Distribuidora Andrade de Publicações. Foi operário na Fábrica Meias Lupo e, em São Carlos, trabalhou como metalúrgico na extinta Clímax, hoje Eletrolux. Na década de 80 tornou-se atleta das categorias de base da Ferroviária.

Como cristão engajou-se nas pastorais da Igreja Católica e seguindo os passos da Teologia da Libertação. Orientou-se politicamente para o Partido dos Trabalhadores, no qual se filiou em 1985. Militante dedicado à construção do partido em Araraquara elegeu-se presidente do Diretório Municipal em 1989. Em 1990 integrou a assessoria da bancada de deputados estaduais do PT, durante os trabalhos da Constituinte Estadual.

Foi eleito vereador em 1992 e para o segundo mandato, em 1996. Nas disputas para prefeitura de Araraquara, venceu em 2000 e 2004. Em 2007 foi eleito Presidente do PT do estado de São Paulo, tendo sido reeleito para o mandato 2009-2013 com mais de 90% dos votos dos filiados.

Como prefeito (2001-2008), fundamentou seu governo em 3 marcas: participação popular, inclusão social e cidade moderna. Alterou de forma radical a relação prefeitura/comunidade, democratizando as decisões e instituindo mais de 80 projetos de inclusão social, articulando as áreas de saúde, educação, cultura, esporte, meio ambiente e desenvolvimento econômico.

Em 2010, se elegeu Deputado Estadual com 184.397 votos em mais de 500 municípios paulistas. Edinho foi o 1º mais votado da sua coligação (PT – PRTB – PR – PcdoB – PTdoB) e o 6º do estado. Integrou as Comissões de Saúde, de Esportes, de Segurança Pública e Direitos Humanos, presidiu as Frentes Parlamentares pela Elaboração Democrática do Plano Estadual de Educação e pela Citricultura. Um dos principais projetos apresentados na Assembleia, que se tornou Lei em 2015, tratou da instituição de uma Política Estadual de Acolhimento e Tratamento às Pessoas com Doenças Raras, por meio de Centros de Referência. Apresentou projetos também na área da segurança, educação, esportes e infraestrutura urbana. Procurou ser um elo entre os municípios e os governos estadual e federal, conquistando recursos para obras e programas.

Em 2011, exercendo o mandato parlamentar e também a função de presidente do PT Paulista, Edinho retornou à vida acadêmica se tornando Professor e Coordenador de Curso de Pós-Graduação da Universidade Nove de Julho. Em 2015 assumiu o Ministério da Comunicação Social da Presidência da República. Em 2016, foi eleito novamente prefeito de Araraquara.

Voltar