Você está aqui: Página Inicial / Governo / Secretarias / Assistência e Desenvolvimento Social / Páginas Desenvolvimento / Conteudo / COORDENADORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR

COORDENADORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR

 

 

 

COORDENADORIA DE SEGURANÇA ALIMENTAR


 

 

 

A Coordenadoria de Segurança Alimentar é responsável por desenvolver e implementar todas as ações da política municipal de segurança alimentar e nutricional no município em consonância com as diretrizes do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional-SISAN.

Para tanto deve realizar a interlocução institucional, mantendo canais abertos para o diálogo do governo com a sociedade civil, e em conjunto com as equipes técnica e operacional, somar esforços com vistas a se atingir os seguintes objetivos:

 

1)      Articular e realizar parcerias para aumentar a captação de alimentos com vistasà distribuição regular e permanente à população socialmente vulnerável das entidades sociais, garantindo o direito humano à alimentação adequada;

2)    Realizar o pré-processamento de legumes e a produção de polpa de tomate com vistas ao reaproveitamento de alimentos e ao abastecimento das entidades sociais;

3)    Produzir e distribuir regularmente “leite de soja” ao público do programa e das entidades sociais, com prioridade às pessoas com intolerância à lactose ou com alergia à proteína do leite de vaca;

4)    Incentivar e promover a participação da sociedade por meio do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional-COMSAN e das conferências municipais, abrangendo diversos setores da sociedade a fim de buscar alternativas para os desafios apresentados, garantindo a intersetorialidade das ações desenvolvidas;

5)    Implantar o “Cartão Cidadania” que será distribuído para as famílias em vulnerabilidade social para a compra de alimentos, além do programa “Refeição Emergencial” para que os beneficiários possam ter acesso a refeições nutricionalmente completas nos dois Restaurantes Populares do município;

6)    Desenvolver as ações e projetos de forma a garantir a integração das secretarias municipais por meio da Câmara Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional-CAISAN;

7)    Fornecer refeições completas, nutricionalmente balanceadas e a preços acessíveis para a população nos dois Restaurantes Populares e no Bom Prato;

8)    Proporcionar a logística de armazenamento e a distribuição de suco de laranja em toda a rede municipal de ensino.

9)    Garantir o fornecimento semanal de cestas de hortifruti às famílias em vulnerabilidade social identificadas pelo Programa Territórios em Rede.

10) Planejar, implantar e manter processos permanentes de educação alimentar e nutricional por meio do Núcleo de Educação Alimentar e Nutricional-NEAN, para formação de hábitos alimentares saudáveis, diminuir a incidência de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e hipertensão arterial, além de capacitar as pessoas com cursos voltados a geração de trabalho e renda.