Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 03 / 05 / Feiras de produtos do campo continuam atrativas na cidade

Feiras de produtos do campo continuam atrativas na cidade

Além de obter hortifrutis saudáveis a preços acessíveis, população ainda pode desfrutar de locais onde feiras são realizadas

Adquirir produtos hortifrutis saudáveis diretamente do campo, oferecidos com preços acessíveis e em horários alternativos e locais agradáveis, continua uma prática saudável em Araraquara.

 São os casos das feiras noturnas realizadas três vezes por semana na cidade por produtores rurais do município. Na quinta-feira, ela ocorre das 16h às 21h, na antiga Estação Ferroviária; as sextas, na Praça Scalamandré Sobrinho, das 17h às 21h; e também as terças-feiras, na unidade IV da Uniara - Universidade de Araraquara, na Rua Maria Antônia Camargo de Oliveira (Via Expressa), das 15h30 às 19h.Segundo Silvani Silva, coordenadora executiva de Agricultura, ligada à Secretaria Municipal do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, além dos produtos saudáveis, os locais onde são realizadas as feiras também servem de lazer para o consumidor e sua família.Silvani enumera as vantagens de cada feira noturna na cidade. A do Museu Ferroviário, na antiga estação, por exemplo, também oferece a oportunidade para o consumidor apreciar a bela arquitetura do local.A da Praça Scalamandré Sobrinho, em frente à Arena da Fonte, possui um grande espaço físico para práticas esportivas, além de estacionamento e da praça de alimentação.O objetivo das feiras noturnas é facilitar a vida do consumidor, principalmente para a mulher que trabalha durante o dia, além incentivar a criança a consumir produtos saudáveis, de acordo com Silvani.“A feira é uma oportunidade para os pais levarem os filhos para conhecer a local e estimulá-los para o consumo de alimentos em natura”, acrescenta a coordenadora de Agricultura. Vale destacar que os hortifrutis produzidos nos assentamentos rurais de Araraquara são colhidos no próprio dia da feira e o consumidor ainda tem a vantagem de estabelecer um contato direto com o produtor. Outras alternativasSilvani Silva também destaca o prefeito Edinho. “Desde seu primeiro mandato, a partir de 2001, Edinho lançou a proposta das feiras dos agricultores, como a da Praça Pedro de Toledo (em 2002), tradicional até hoje, aos sábados de manhã, e uma das mais consolidadas na cidade”.A coordenadora ainda falou das feiras permanentes que ocorrem todos os dias no interior do Terminal Central de Integração (TCI) e as que são realizadas no período da manhã em algumas padarias de Araraquara, em parceria com o Sindicato da Panificação.Inclusive, a relação das padarias e os horários dessas feiras do campo podem ser conferidos de segunda da sexta-feira, das 7h às 15h, pelo telefone 3301-6164, ou no site da Prefeitura (www4.araraquara.sp.gov.br). Preço e climaOs preços dos hortifrutis normalmente são alterados por conta das condições climáticas, como sol ou chuva em excesso, que atingem principalmente as hortaliças“É importante, por isso, que o consumidor fique atento e adquira os produtos certos em cada época de produção”, lembra Silvani.A tendência, ainda segundo a coordenadora de Agricultura, é que os preços dos hortis baixem a partir deste mês de março, por conta da diminuição das chuvas, que normaliza a produção.Ainda de acordo com Silvani Silva, mesmo sendo alterados para cima em alguns períodos, os preços oferecidos pelas feiras livres são bastante acessíveis ao consumidor dentro do programa Economia Solidária.