Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 03 / 13 / ‘Todos têm direito a uma segunda chance’, reafirma Edinho a reeducandas

‘Todos têm direito a uma segunda chance’, reafirma Edinho a reeducandas

Prefeito esteve na abertura da 3ª Jornada da Cidadania e Empregabilidade do Centro de Ressocialização Feminino, na manhã desta terça-feira (13)

O prefeito Edinho participou da abertura da 3ª Jornada da Cidadania e Empregabilidade do Centro de Ressocialização Feminino, na manhã desta terça-feira (13), e reforçou que a Prefeitura oferece total apoio aos projetos de reinserção social desenvolvidos no local.

 “Todo mundo erra na vida e todos têm direito de recomeçar, de ter uma segunda chance. Por isso, a Prefeitura e o CR têm projetos de reinserção social. Para nós, esse é um gesto muito forte, pois a Prefeitura estende a mão a todas as reeducandas, entendendo que elas podem recomeçar”, afirmou Edinho, que parabenizou a diretora do CR, Jucélia Gonçalves da Silva, pelo trabalho.

 Em sua fala, Jucélia informou que o índice de reincidência das reeducandas é de apenas 4%. “É um trabalho que deu certo, mas a sociedade ainda tem esse preconceito com a pessoa presa”, lembrou a diretora.

Segundo o vereador José Carlos Porsani (PSDB), que representou a Câmara, o trabalho social desenvolvido no CR Feminino é fundamental para o retorno das reeducandas às famílias e ao mercado de trabalho. “Tenho enorme admiração por vocês. Conhecemos o potencial de cada uma. Desejo que tenham muito sucesso”, elogiou o parlamentar.

 A coordenadora de Recursos Humanos da Prefeitura, Flávia Dótoli, destacou o protagonismo das reeducandas. “Essa é a terceira Jornada de Cidadania e Empregabilidade. Uma oportunidade para todas serem protagonistas da própria história. Eu tenho experiência anterior no Centro de Ressocialização Masculino e sou uma defensora da reinserção social de homens e mulheres. Estamos à disposição para colaborar”, enfatizou.

PalestrasNeste primeiro dia de atividades foram expedidas novas cédulas de identidade (RG) com dois postos de identificação do Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt. Até sexta-feira (16), a jornada oferecerá oficina de beleza, exames de saúde, orientações sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e palestras motivacionais e educativas.

 Também prestigiaram o ato solene a coordenadora municipal de Direitos Humanos, Maria Fernanda Luiz; o defensor público Frederico Monteiro; o tenente-coronel e comandante do 13º BPM/I, Adalberto José Ferreira; a representante da coordenadoria de Reintegração Social e Cidadania da SAP, Juliana Catto, e demais convidados.