Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 03 / 31 / Edinho sanciona lei que garante mínimo de 30% de negros em peças publicitárias da Prefeitura

Edinho sanciona lei que garante mínimo de 30% de negros em peças publicitárias da Prefeitura

Projeto de lei, aprovado pela Câmara Municipal, é de autoria da vereadora Thainara Faria (PT) e passa a valer a partir da data de publicação
O prefeito Edinho sancionou nesta quinta-feira (29) uma lei de autoria da vereadora Thainara Faria (PT), aprovada pela Câmara Municipal, que obriga a Prefeitura e as agências de publicidade ou produtoras contratadas pelo Executivo a destinarem, no mínimo, 30% das vagas de artistas e modelos das peças publicitárias institucionais para pessoas negras.A escolha dos profissionais fica a critério da agência de publicidade, do produtor, do contratante ou do responsável pela seleção. A lei não gera despesas para o Município e começa a valer a partir da data de publicação.“Araraquara deve pertencer a todos, inclusive a população afro-brasileira. A lei da vereadora Thainara Faria é importantíssima para garantir essa representatividade. A Araraquara dos nossos sonhos não convive com a exclusão, com o machismo, com a homofobia e qualquer forma de discriminação e preconceito”, afirma Edinho.A autora do projeto de lei ressalta que a ideia é dar visibilidade à população negra. “Temos que mostrar o negro além do tráfico, da prisão. O negro pode ser advogado, juiz, médico. A ideia é garantir essa representatividade”, diz Thainara.A sanção da lei foi acompanhada pelo advogado Darci Honório, integrante da Comissão da Verdade da Escravidão Negra no Brasil da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Araraquara. “Apoio totalmente a iniciativa da vereadora, que sempre teve um ativismo sobre as questões dos direitos humanos”, ressalta.Passe escolarEdinho e Thainara ainda se reuniram com estudantes de Administração Pública da Unesp (Universidade Estadual Paulista), que abordaram a limitação de horário para uso da meia
passagem de estudantes no transporte coletivo. O prefeito disse que irá trabalhar para resolver essa questão.Participaram da conversa os estudantes João Vitor de Faria Ferreira, 24 anos, Charles Vinícius dos Santos Cruz, 22, e Eric Chibana Ferreira, 25. O chefe de gabinete, Alan Silva, e a secretária interina de Comunicação, Danielle Aquino, acompanharam as duas agendas.