Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 05 / 21 / ‘Temos que colocar a criança e o adolescente no centro das nossas ações’, ressalta Edinho

‘Temos que colocar a criança e o adolescente no centro das nossas ações’, ressalta Edinho

Prefeito participou da abertura do Fórum de Debates do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, na sexta-feira (18)
Na abertura do Fórum de Debates do Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, lembrado em todo dia 18 de maio, o prefeito Edinho ressaltou que é necessário colocar a criança e o adolescente no centro das ações do poder público.“Não é verdade que Araraquara não tem abuso e exploração infantil. Temos que enfrentar a realidade e colocar a criança e o adolescente no centro das nossas ações, fortalecer nossa rede de assistência cada vez mais. Que os Cras estejam em todos os territórios e trabalhem em conjunto com os órgãos municipais, articulando as políticas públicas”, disse Edinho.O evento foi realizado pelo Creas (Centro de Referência Especializada da Assistência Social) Girassóis, na sede do Cefor (Centro Formador de Pessoal para a Saúde), no Jardim Morumbi, na sexta-feira (18). Na oportunidade, houve palestra da professora Sabrina Mazzo D'Affonseca.A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Eloísa Mortatti, agradeceu a todos da rede municipal pelo trabalho e destacou a necessidade de medidas integradas. “É preciso um trabalho coletivo para melhorar essa estatística. Um combate efetivo, em rede, nesse assunto que nos toca tanto”, declarou.Representando a Câmara, a vereadora Thainara Faria (PT) destacou a importância do evento e da lembrança da data. “É preciso engajar a sociedade na luta contra o abuso de crianças e adolescentes. Muitas vezes, esses casos não chegam até os responsáveis”, lembrou.Já a deputada estadual Márcia Lia (PT) afirmou que os números de Araraquara preocupam, mas a realidade em outros locais é ‘inimaginável’. “Rodo muito o Estado de São Paulo pela Assembleia Legislativa e vejo como estamos aprofundando a pobreza no Brasil nos últimos dois anos. Esse debate tem que ser feito e dialogado”, disse.A gestora do Creas Girassóis, Mônica Fernanda Favoreto da Silva, agradeceu a todos pela presença e desejou um debate de qualidade com a palestrante.Sobre a dataO 18 de maio foi escolhido para legitimar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes pois, em 1973, uma menina de oito anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seus agressores nunca foram punidos.Desde então, devido à repercussão do caso e forte mobilização dos movimentos em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, esse dia se tornou um dia de lutas e ações para que a sociedade brasileira se manifeste contra esse tipo de violência.Além da prevenção, o combate à violação de direitos exige que os casos sejam denunciados: isso pode ser feito de forma anônima, junto ao Conselho Tutelar, delegacias de polícia, Creas e pelo Disque Denúncia Nacional – Disque 100.O Creas Girassóis fica na Rua Castro Alves (Rua 16), nº 3267, na Vila Santana. O atendimento é das 7h15 às 12h45 os telefones são (16) 3322-0053 e 3331-2303.