Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 07 / 17 / Comissão de estudos finaliza proposta de programa para pessoas com deficiência auditiva

Comissão de estudos finaliza proposta de programa para pessoas com deficiência auditiva

Grupo de trabalho foi empossado pelo prefeito em dezembro de 2017 e reúne representantes governamentais e da sociedade civil
 O prefeito Edinho recebe nesta quinta-feira (19), às 15h30, no Centro Especializado em Reabilitação, o documento final resultante das discussões da comissão de estudos para implementação de políticas públicas voltadas para a população com deficiência auditiva.O texto traz a proposta do Programa Municipal da Pessoa com Deficiência Auditiva ou com Surdez e é parte das ações desenvolvidas pela Coordenadoria Executiva de Direitos Humanos por meio da Assessoria Especial de Políticas para a Pessoa com Deficiência, vinculadas à Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular.O grupo de trabalho foi empossado pelo prefeito em dezembro de 2017 e reúne representantes governamentais e da sociedade civil.A comissão é formada por representantes de diferentes secretarias municipais: Maria Fernanda Luiz e Elisa dos Santos (Planejamento e Participação Popular), Cássia Maria Canuto (Educação), Luiz Garlippe (Saúde), Maria Cecília Sambrano Vieira (Assistência e Desenvolvimento Social) e Flávia de Jesus Andrade (Trabalho e Desenvolvimento Econômico)Representam a sociedade civil: Dulce Helena Pregnolato, Josélia de Andrade Araújo, Joyce Cristina Almeida, Juliana Georgia Araújo, Silmara Henrique, Alice Maria Henrique e Rafael Araújo Ivo.A iniciativa tem o apoio do mandato da vereadora Thainara Faria, que intermediou a reunião dos parentes das pessoas com deficiência auditiva com a administração municipal.Segundo a coordenadora de Direitos Humanos, Maria Fernanda Luiz, o programa criado junto da sociedade civil a partir das demandas trazidas pela vereadora tem por objetivo possibilitar o enfrentamento da exclusão vivenciada pelas pessoas com deficiência auditiva ou com surdez e também contribuir para a efetivação de políticas públicas para essa população.“A Prefeitura de Araraquara deu um importante passo na luta por equidade. Essa proposta de programa possibilitará avanços no atendimento às pessoas com deficiência auditiva ou com surdez”, resume Maria Fernanda.Os temas propostos no programa serão apresentados em seis eixos: Educação, Saúde, Trabalho e Renda, Cultura e Lazer, Assistência Social, e Transporte e Acessibilidade.“Trabalhamos para que todos os direitos das pessoas com deficiência sejam garantidos e respeitados em nosso município. A participação nessa comissão junto dos familiares e de pessoas com deficiência auditiva e surdez nos fez perceber que estamos no caminho certo. Escutar as inquietações e anseios das mães que almejam para seus filhos uma sociedade mais justa nos faz perceber a importância dessa proposta”, afirma a assessora especial de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Elisa dos Santos.