Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 07 / 18 / Prefeito sanciona duas leis aprovadas pela Câmara Municipal

Prefeito sanciona duas leis aprovadas pela Câmara Municipal

Praça Heróis de Araraquara, no Jardim Nova América, e Avenida José Antonio de Campos Machado, no loteamento Residencial Vistas do Horto, foram iniciativas de Magal Verri (MDB) e Juliana Damus (Progressistas), respectivamente
O prefeito Edinho sancionou dois projetos de lei aprovados pela Câmara Municipal, de autoria dos vereadores Cabo Magal Verri (MDB) e Juliana Damus (Progressistas), em solenidade na manhã desta quarta-feira (18).
O projeto de Magal Verri denomina Praça Heróis de Araraquara a área verde localizada entre as ruas Padre Duarte (Rua 4) e Voluntários da Pátria (Rua 5) e a Avenida Júlio Ursolino Pedroso, no Jardim Nova América, próximo ao Terminal Rodoviário e ao prédio da 1ª Cia de Policiamento do 13° BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior).O objetivo é dar reconhecimento às personalidades civis e militares e instituições públicas e privadas que tenham prestado relevantes serviços à Sociedade Veteranos de 1932 e ao Núcleo MMDC - Heróis de Araraquara, contribuindo para a preservação da memória da Revolução Constitucionalista de 1932. Araraquara participou da revolução com 541 combatentes, sendo que oito morreram.Magal afirmou ter “honra enorme de nomear a praça como Heróis de Araraquara” e de pertencer à Polícia Militar. O comandante interino do 13º BPM/I e vice-presidente do Núcleo MMDC, major Luiz Roberto Moreira Filho, enalteceu os feitos da revolução. “Esses homens lutaram por uma Constituição e por uma vida melhor para todos. O 9 de julho é uma data significativa para a nação”, declarou.Já o projeto de lei da vereadora Juliana Damus denomina Avenida Professor Doutor José Antonio de Campos Machado a via pública conhecida como Rua 02 do loteamento Residencial Vistas do Horto (ao lado do Adalberto Roxo), com início na Rua Clóvis Silveira Bueno e término na Rua Helio Sigoli.O homenageado foi dentista, professor e músico. Casou-se com Fausta, com quem teve três filhos (Marco, Cláudia e Adriana), conquistou a posição de professor titular da Unesp (Universidade Estadual Paulista) no início da década de 1980 e, após se aposentar, passou a se dedicar com mais intensidade à música, outra grande paixão — foi responsável pela organização do Coral dos Alunos da Apae. Machado morreu em 13 de novembro de 2016.Juliana Damus recordou momentos ao lado do professor e músico e agradeceu à família “pela oportunidade que me deram de homenagear essa pessoa especial”. Cláudia, um de seus filhos, esteve na solenidade e também agradeceu a todos pela homenagem. “Estou bastante feliz e emocionada”, disse.O prefeito Edinho enalteceu que os dois projetos de lei, agora sancionados, valorizam a nossa história. “Uma cidade se faz com prédios, com infraestrutura, mas também se faz com história. São dois projetos fundamentais. A Revolução de 1932 contribuiu na redemocratização do País naquele momento. E essa homenagem ao professor Machado me deixa feliz e tocado. Sua história e sua obra são eternas”, declarou o prefeito.Ainda participaram do evento a secretária de Comunicação, Priscila Luiz; familiares de José Antonio de Campos Machado e, pela Polícia Militar, o capitão Rogério dos Reis e o subtenente Marcos Roberto Tozzo.