Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 09 / 17 / Edinho participa de homenagem ao Promotor Flávio Nunes da Silva

Edinho participa de homenagem ao Promotor Flávio Nunes da Silva

Sede da Promotoria de Justiça de Araraquara recebeu a denominação “Edifício Flávio Nunes da Silva”
O prefeito Edinho participou, na última sexta-feira (14), da cerimônia de atribuição da denominação “Edifício Flávio Nunes da Silva” ao prédio da Promotoria de Justiça de Araraquara, que reuniu magistrados, autoridades civis e militares com familiares do homenageado, falecido em dia 11 de junho último.Entre as autoridades presentes, ao lado do prefeito, estavam Dr. Gianpaolo Poggio Smanio, Procurador-geral de Justiça, que abriu e encerrou a solenidade; o secretário da Segurança Pública, Mágino Alves; o conselheiro do TCE Dimas Ramalho; o secretário do Conselho Superior do MPSP, Olheno Scucuglia; o secretário da Promotoria de Araraquara, Álvaro André Cruz Junior; o procurador aposentado e secretário municipal de Justiça e Cidadania, Sérgio Médici; o presidente da Câmara Municipal, Jéferson Yashuda; o diretor do Fórum, juiz Heitor de Amparo; o defensor Mateus Hagi; o presidente da OAB local, João Veiga, e o coordenador de Assuntos Estratégicos do MPSP, José Carlos Cosenzo. Os membros aposentados Ítalo Fucci, Paulo Reali e Clóvis Gentil, todos muito amigos de Dr. Flávio, também prestigiaram o evento.“Foi uma justa homenagem a Flávio Nunes, uma figura humana que fez história no Ministério Público de Araraquara”, declarou o prefeito Edinho, sobre o homenageado.Foram vários os discursos emocionados que enalteceram a figura de Dr. Flávio Nunes da Silva. Entre eles, Dr. Raul de Mello Franco Jr. falou em nome dos colegas promotores, destacando os mais de 40 anos que o amigo dedicou ao MP, sempre sorrindo, doce e atencioso com todos, segundo ele. Ele também lembrou do Dr. Flávio professor da Faculdade de Direito da Uniara, disputado pelas turmas como paraninfo, em reconhecimento ao tratamento paternal que dispensava aos seus alunos. “A deferência não é só oportuna; é também muito justa, pelo trabalho árduo e incansável de Flavinho, como todos costumavam chamá-lo, carinhosamente. Além da generosidade que dispensava a cada cidadão que o procurava no atendimento do público Ministério Público e a cada colega ou servidor da nossa instituição ou de outras que a ele recorria buscando os recursos da sua experiência ou do seu coração”, discursou Dr. Raul. Mello Franco vê na atuação de Dr. Flávio como discente inspiração em Pestalozzi, pedagogo suíço que ensinava: "Para ser efetiva, a educação precisa ser antes afetiva". O promotor concluiu a sua fala ressaltando que o homenageado "foi grande, porque soube engrandecer aqueles que viviam no seu entorno".A cerimônia seguiu com declarações de companheiros do Ministério Público, seus amigos pessoais, que recordaram histórias no trabalho e fora dele.O Promotor de Justiça Flávio Nunes da Silva nasceu em Taquaritinga e chegou em Araraquara nos anos de 1980 para trabalhar no Ministério Público, permanecendo no cargo até 2012, quando se aposentou, com 70 anos. Era casado com a sra. Diva Marin Nunes da Silva, com quem teve 3 filhos:  Alexandre, Marco Aurélio e Lívia, e três netos, Samuel, Nina Rosa e Francisco, todos presentes na cerimônia, assim como seus irmãos Tato, Patrícia, Marília e o jornalista Augusto Nunes, que encerrou os discursos, falando em nome da família.  “Ele foi o melhor de todos nós; o melhor filho, o melhor irmão, o melhor pai, o melhor marido. Era o homem mais bondoso e gentil que conheci. Ele me ensinou a beleza do mundo da literatura e da música; me deu o primeiro livro, me levou ao cinema pela primeira vez na minha vida. Foi um anjo que passou por nossas vidas”, declarou o irmão, emocionado e muito aplaudido por todos os presentes na cerimônia.Pouca antes de encerrar a cerimônia, a sra. Diva foi homenageada com flores e depois participou do ato de descerramento da placa que oficializou a denominação “Edifício Flávio Nunes da Silva” ao prédio da Promotoria de Justiça de Araraquara."Essa homenagem é para os grandes nomes do Ministério Público. Homenagear o Flávio é homenagear o que o Ministério Público tem de melhor", afirmou Dr. Gianpaolo Poggio Smanio, Procurador-Geral de Justiça, no discurso que encerrou o evento.