Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 09 / 28 / ‘Vocês têm direito a recomeçarem na vida’, diz Edinho a reeducandos da Penitenciária

‘Vocês têm direito a recomeçarem na vida’, diz Edinho a reeducandos da Penitenciária

Parceria possibilita a reinserção social por meio de prestação de serviços ao Município; contrato foi assinado nesta sexta-feira (28)
 “Vocês erraram, mas têm direito à oportunidade de recomeçarem na vida”, afirmou o prefeito Edinho no evento de assinatura do contrato que possibilita a reinserção social de reeducandos da Penitenciária de Araraquara, na manhã desta sexta-feira (28), na sede da Penitenciária.A parceria entre a Prefeitura, a unidade prisional e a Funap (Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel) contempla os reeducandos do regime fechado, algo considerado inédito pelos especialistas do setor. Também já existem parcerias em andamento com homens e mulheres do regime semiaberto dos Centros de Ressocialização.“Eu acredito muito neste projeto, defendo. Posso até ser criticado, mas não tenho medo. Só tenho medo de trair as minhas convicções. Quem nunca cometeu erro que atire a primeira pedra. Quem somos nós para dizer que vocês não merecem outra oportunidade?”, perguntou Edinho.“Cada um de vocês tem uma história. E nenhum de vocês pensou em estar aqui dentro. Nós queremos que vocês aproveitem a oportunidade”, relatou o prefeito, que agradeceu à Penitenciária, à Funap e à Justiça, em nome do juiz José Roberto Bernardi Liberal, que colaboraram para a conclusão da parceria.O diretor da Penitenciária de Araraquara, Rodrigo Redivo, avalia que essa parceria contribui para a quebra do preconceito. “Todos vocês fazem parte da sociedade, mas só estão cerceados da liberdade. Vocês estão preparados para voltar à sociedade de forma melhor. Quem vai regar essa semente são vocês. Essa parceria é um marco dentro da secretaria [de Administração Penitenciária]”, afirmou.O juiz Liberal, coordenador do Deecrim (Departamento Estadual de Execução Criminal) da 6ª Região Administrativa, disse que o projeto é exitoso e vai dar certo. “Isso mostra que todas as instituições estão comprometidas com a ressocialização. O preso não deixa de pertencer a sociedade”, explicou.Carlos Alberto de Souza, coordenador das Unidades Prisionais da Região Noroeste, declarou que “essa parceria é um marco e vai fazer a diferença”. Para Giovani José Hernandes, diretor comercial da Funap, todos da instituição confiam nos reeducandos. “Suas famílias também acreditam, os filhos, as mães. Eu desejo que essas ações continuem”, opinou.A secretária de Planejamento e Participação Popular, Maria José Scárdua, afirmou que espera que a parceria melhore a autoestima dos reeducandos e colabore com a cidade. “Que todos nós possamos aprender com vocês.”Representando a Câmara Municipal, o vereador Elton Negrini (PSDB) parabenizou todos os envolvidos na parceria. “Eu vejo esperança nos olhos de todos aqui. Valeu o nosso dia estar neste evento. A semente foi plantada. Bem tratada, ela vai florescer”, relatou.Ainda estiveram no evento o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto; o presidente da Câmara, Jeferson Yashuda (PSDB); o capitão Ricardo Domingues Júnior, representando o tenente-coronel Adalberto José Ferreira, comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar do Interior; além de secretários e coordenadores municipais e outras autoridades.ReinserçãoAs atividades dos reeducandos serão desenvolvidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, com uma hora de intervalo para almoço. Serão serviços gerais, manutenção, jardinagem, eletricista, pedreiro, servente e carpinteiro. Os reeducandos irão trabalhar sob supervisão, uniformizados e com tornozeleira eletrônica.O contrato prevê que até cem internos, selecionados pela Penitenciária e pela Funap e autorizados pela Justiça, sejam beneficiados. Para isso, eles precisam cumprir a jornada de trabalho estabelecida, ser assíduos e pontuais, tratar a todos com respeito e cumprir orientações de segurança e medicina do trabalho.Na segunda-feira (1º), 28 internos da Penitenciária já começam a prestar serviços: 15 no Prefeitura nos Bairros, quatro no Bosque do Jardim Botânico, cinco no Parque do Basalto e quatro no complexo do Ginásio da Pista.Desde o início da atual administração, os contratos de parceria com os Centros de Ressocialização já atenderam cerca de 50 reeducandos e 30 reeducandas, oferecendo a chance para presos do regime semiaberto, avaliados por profissionais de psicologia e assistência social, poderem voltar ao convívio social e facilitar a volta ao mercado de trabalho, por meio de cursos de qualificação profissional.