Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 10 / 01 / Região do Jardim Brasil passa a integrar o programa ‘Saúde em Casa’

Região do Jardim Brasil passa a integrar o programa ‘Saúde em Casa’

O “Saúde em Casa” tem priorizado os bairros mais afastados e que não possuem farmácia nos postos de saúde
 A Prefeitura de Araraquara lança, nesta terça-feira (2), mais uma etapa do programa “Saúde em Casa”, que entrega medicamentos diretamente na casa dos pacientes. A iniciativa passa a atender agora a região do Jardim Brasil. O lançamento da nova etapa acontece na USF (Unidade de Saúde da Família) Eroni Ávila de Souza, às 8h.Lançado no começo do ano, o programa vai contemplar cinco bairros da região: Jardim Brasil, Jardim Silvânia, Vila Santa Terezinha, Vila Esperança e parte do Parque Gramado.O “Saúde em Casa” é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde por meio da Gerência de Assistência Farmacêutica, que tem priorizado os bairros mais afastados e que não possuem farmácia nos postos de saúde.A iniciativa atende pacientes SUS (Sistema Único de Saúde) com a entrega em domicílio de medicamentos de uso continuado para doenças crônicas controladas, como hipertensão e diabetes, e planejamento reprodutivo. As entregas são feitas a cada dois meses, tempo necessário para o tratamento a partir da quantidade de medicamento disponibilizada.A ação já beneficia moradores das regiões atendidas pelas unidades de saúde do Jardim Cruzeiro do Sul, Laranjeiras II, Jardim Pinheiros, Jardim Iedda, Adalberto Roxo, Indaiá, Jardim Paraíso, Santana, Bueno de Andrada (incluindo o assentamento Monte Alegre), assentamento Bela Vista e Jardim Marivan.Para ser beneficiário, é preciso ser usuário do medicamento, estar cadastrado na unidade de saúde, passando por consultas de rotina, e estar estabilizado (com a dose ajustada do medicamento e com a pressão arterial e a glicemia controladas)O programa aproxima o farmacêutico da comunidade, leva informações sobre o uso correto de medicamentos e garante a continuidade de tratamentos que não podem ser interrompidos, além de ser totalmente gratuito.O “Saúde em Casa” já soma 693.947 unidades de medicamentos, materiais e insumos distribuídos.