Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 10 / 05 / Pastoral Carcerária da Diocese elogia programa de reinserção social

Pastoral Carcerária da Diocese elogia programa de reinserção social

Reeducandos do regime fechado participam de reinserção social; padre Bruno, assessor da Pastoral, e a coordenadora, Margarida, visitaram o prefeito nesta sexta (5
O prefeito Edinho recebeu a visita do padre Bruno Sérgio Sedenho, da Paróquia Santo Antônio (Ibaté) e assessor da Pastoral Carcerária da Diocese de São Carlos, além de Margarida Maria Neo Roncon, coordenadora diocesana da Pastoral Carcerária, nesta sexta-feira (5).A Pastoral Carcerária da Diocese elogiou a parceria entre a Prefeitura e a Penitenciária de Araraquara, que oferece uma segunda chance a reeducandos que passaram por avaliação interna e têm condições de reinserirem na sociedade.“A Pastoral está conosco e se colocou à disposição para novas parcerias e no que for necessário para garantir a reinserção social dos reeducandos”, declarou o prefeito Edinho. “Agradeço muito à Pastoral por esse posicionamento e ao Padre Bruno e à Margarida pela visita”, completou.A secretária de Planejamento e Participação Popular, Maria José Scárdua, também participou da reunião.Segunda chanceNesta semana, 15 reeducandos começaram no projeto atuando no programa “Prefeitura nos Bairros”, que melhora a zeladoria e a sinalização nos bairros de Araraquara. Outros quatro estão no Bosque do Jardim Botânico, cinco no Parque do Basalto e quatro no Ginásio da Pista, totalizando 28 reeducandos.A parceria entre Prefeitura, Penitenciária e Funap (Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel) foi assinada no último dia 28 e autorizada pelo juiz José Roberto Bernardi Liberal, do Departamento Estadual de Execução Criminal da 6ª Região Administrativa.O projeto contempla os reeducandos do regime fechado, algo considerado inédito pelos especialistas do setor. Também já existiam parcerias em andamento com homens e mulheres do regime semiaberto dos Centros de Ressocialização.