Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 10 / 30 / ‘Todos têm direito de viver com qualidade de vida’, diz Edinho

‘Todos têm direito de viver com qualidade de vida’, diz Edinho

Programa “Saúde em Casa”, que entrega medicamentos em domicílio para pacientes com doenças controladas, chegou à região do Jardim Brasília nesta terça-feira (30)
A região atendida pela USF (Unidade de Saúde da Família) Professor Dr. Edmundo Juarez, do Jardim Brasília, passou a integrar o programa de entrega de medicamentos “Saúde em Casa” nesta terça-feira (30).O evento de lançamento foi realizado na própria unidade de saúde e contou com o prefeito Edinho, secretários, enfermeiros e funcionários da unidade e moradores da região. A etapa lançada nesta terça vai atender o Jardim Brasília, o Jardim Morada do Sol, a Chácara Velosa, o Jardim Maria Luiza II, o Jardim Zavanella e o Distrito Industrial III.Por meio do “Saúde em Casa”, pessoas com doenças crônicas controladas, como hipertensão e diabetes, e em planejamento reprodutivo recebem os remédios em casa. Além de garantir que o remédio chegue até o paciente e facilitar a situação de quem não consegue buscar na unidade, o programa garante que os tratamentos não sejam interrompidos.“O fechamento das farmácias dos postos de saúde representaram um transtorno na vida das pessoas, principalmente as que têm dificuldade de locomoção”, afirmou o prefeito Edinho no evento. “Muitos usuários dos postos de saúde estão acamados. Daí nasceu a ideia desse projeto. Se o medicamento vai chegar em casa, ninguém fica sem tomar. A gente garante que as pessoas cuidem da saúde”, analisou.Edinho ressaltou que tem a intenção de levar o programa para todas as unidades de saúde. Desde o início do ano, quando foi lançado, o “Saúde em Casa” está sendo priorizado nos locais em que as farmácias foram fechadas. “Mesmo com as dificuldades da Prefeitura, os investimentos em Saúde e Educação são prioridades. Todos têm direito a viver com qualidade de vida”, disse o prefeito.A secretária de Saúde, Eliana Honain, agradeceu ao prefeito pela dedicação e pelo empenho. “A Saúde é a grande prioridade do governo. E nós só existimos para atender a população. Vocês são o motivo diário de a gente estar trabalhando para melhorar a qualidade de vida”, declarou Eliana.A gerente de Assistência Farmacêutica, Silvana Lee, afirmou que o acesso a medicamentos é fundamental. “Vamos entregar na casa do usuário. Isso foi um desafio para a nossa equipe. Nosso objetivo é promover a saúde dos nossos usuários do SUS [Sistema Único de Saúde]”, lembrou.Representando a Câmara Municipal, os vereadores Lucas Grecco (PSB) e Edson Hel (PPS), moradores do Jardim Brasília, elogiaram o programa. “O Edinho, mesmo com toda a dificuldade da Prefeitura, tem priorizado a Saúde”, disse Grecco. “O projeto atende quem precisa. Quem ganha é a população mais carente e que não pode vir ao posto”, afirmou Edson Hel.Perfil do bairroA enfermeira da unidade de saúde, Miriam Lauand, lembrou que muitos moradores do Jardim Brasília e dos outros bairros atendidos pela unidade são idosos e têm dificuldades de locomoção. “Esta unidade contempla pessoas de mais idade, com doenças como hipertensão e diabetes. A nossa farmácia mais perto é no Jardim Paulistano. O programa vai ajudar bastante”, disse a enfermeira.Já a paciente Meire Thomé da Silva, representando os usuários do SUS da unidade, agradeceu à Prefeitura. “Vai ser uma bênção. Eu precisava que as pessoas buscassem os medicamentos para mim. Agora, não preciso mais”, relatou.Ainda estiveram presentes no evento o secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior; o coordenador de Participação Popular, Alcindo Sabino, representando a secretária de Planejamento e Participação Popular, Maria José Scárdua; a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Silva.RegiõesO “Saúde em Casa” já beneficia moradores das regiões do Jardim Cruzeiro do Sul, Laranjeiras II, Jardim Pinheiros, Jardim Iedda, Adalberto Roxo, Indaiá, Jardim Paraíso, Santana, Bueno de Andrada (incluindo o assentamento Monte Alegre), assentamento Bela Vista, Jardim Marivan, Jardim Brasil e, agora, Jardim Brasília.Para ser beneficiário, é preciso ser usuário do medicamento, estar cadastrado na unidade de saúde, passando por consultas de rotina, e estar estabilizado (com a dose ajustada do medicamento e com a pressão arterial e a glicemia controladas).