Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 12 / 07 / “Luz, câmera, (educ)ação”: Festival Audiovisual da Educação Integral reuniu crianças na FCL-Unesp

“Luz, câmera, (educ)ação”: Festival Audiovisual da Educação Integral reuniu crianças na FCL-Unesp

Aproximadamente 500 crianças, de 12 unidades da Educação Integral, acompanharam as exibições dos trabalhos
 O Festival Audiovisual da Educação Integral – “Luz, câmera, (educ)ação” foi realizado nesta quinta-feira (06), nos anfiteatros A e B da Faculdade de Ciências e Letras (FCL) da Unesp Araraquara. A atividade, promovida pela Secretaria Municipal da Educação, aconteceu pela manhã e também à tarde.Foram exibidos 20 trabalhos oriundos das produções escolares, com a participação das 12 unidades de Educação Integral: Centro de Educação (CE) Piaquara, CE Fundecitrus, CE Aléscio Gonçalves dos Santos, AABB Comunidade, Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira, CE Ranchinho, Emef Ricardo Caramuru de Castro Monteiro, Emef Henrique Scabello, Emef José Roberto Pádua de Camargo, Emef Eugênio Trovatti, Emef Maria de Lourdes da Silva Prado e Emef Hermínio Pagotto.A secretária municipal da Educação, Clélia Mara Santos, acompanhou o evento no período vespertino e destacou que o festival é uma mostra dos trabalhos que resultaram da formação realizada com os docentes. Ao longo deste ano, professores da Educação Integral participaram da formação “Se podes ver, repara – novos olhares sobre o cinema na escola” - um espaço usado para: refletir sobre os usos do cinema na escola, reconhecer o cinema enquanto um campo de conhecimento específico, potencializar as práticas docentes e ampliar o currículo escolar.“O resultado do trabalho foi absolutamente sensacional, o audiovisual guarda uma profunda aderência com o universo da educação integral, pois articula diferentes linguagens, o roteiro, direção, atuação, fotografia, figurino... para o desenvolvimento de cada uma é preciso buscar a leitura/literatura/interpretação de texto, é preciso trazer outros campos das artes, como o teatro... Foi lindo de ver a qualidade dos trabalhos apresentados, o envolvimento da escola, professores e estudantes com a temática."A formação com os docentes foi ministrada pela doutoranda em Educação pelo programa de Pós Graduação da Universidade Federal de São Carlos, Helga Caroline Peres, pesquisadora da temática, que propôs reflexões e metodologias para a construção de uma alfabetização pelas e para as imagens.A formação buscou responder a uma emergente do mundo contemporâneo que se caracteriza pela imersão dos indivíduos numa esfera de comunicação exacerbada, mediada pelos mais diversos produtos da indústria cultural, em contraste a uma escola que relega o ensino da Arte.A ampliação do espaço voltado para a experiência estética com o cinema, na escola, pode vir a facultar a formação de um espectador emancipado, que “vê o que vê, e que sabe o que pensar e fazer a respeito”.Na atividade estiveram presentes a Coordenadora técnica da Educação Integral, Márcia Costa (articuladora da formação), Coordenadora técnica de tecnologia educacional, mídias e inclusão digital, Márcia Castro e da Coordenadora Executiva de Políticas Educacionais, Bia Lia Vaccari.