Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 12 / 19 / Prefeitura realiza confraternização de Natal para população em situação de rua

Prefeitura realiza confraternização de Natal para população em situação de rua

Café da Manhã Solidário tem como objetivos dar visibilidade às pessoas em situação de rua e reafirmar compromisso com a garantia de direitos dessa população
 Para celebrar o Natal, a Prefeitura de Araraquara realizará, nesta quinta-feira (20), a 2ª edição do Café da Manhã Solidário, uma confraternização voltada à população em situação de rua. O evento acontecerá, assim como em 2017, na Praça Pedro de Toledo, às 09h.Além dos moradores em situação de rua, o café da manhã reunirá secretarias municipais, lideranças religiosas e ONGs do setor, a fim de promover uma oportunidade de confraternização e socialização, marcando o encerramento do ano. Repetindo a 1ª edição, a atividade contará com a presença do bispo Dom Paulo Cezar Costa, além de outras lideranças religiosas da cidade.A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline, destaca a importância da atividade. “O Café da Manhã Solidário tem como um dos seus objetivos dar visibilidade às pessoas em situação de rua e reafirma o compromisso que Araraquara possui com a garantia de direitos dessa população”.Apresentações culturais formatadas pelos próprios moradores em situação de como teatro e música fazem parte da programação especial, além de momentos de reflexão sobre a data.O café da manhã vem ao encontro da política inclusiva desenvolvida pela Prefeitura que vem realizando uma série de ações com foco nas pessoas em situação de rua. Entre as iniciativas estão o programa social Novos Caminhos, a realização da Conferência Municipal da População em Situação de Rua, a elaboração do Plano Municipal de Políticas Públicas para o setor, além da campanha digital “Histórias de Rua, quem quiser que conte a sua”.As ações se somam aos trabalhos desenvolvidos pela rede municipal de proteção e acolhimento, que engloba o Serviço Especializado em Abordagem Social, o Centro Pop (Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua) e a Casa Transitória.