Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2018 / 12 / 21 / Secretaria oferta serviços através da rede socioassistencial e coordenadoria de segurança alimentar

Secretaria oferta serviços através da rede socioassistencial e coordenadoria de segurança alimentar

Com diversas frentes de ação para atender pessoas ou famílias em situação de vulnerabilidade, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social tem visto crescer em Araraquara as demandas por mais atendimento
SÉRIE BALANÇO 2018Confira a entrevista na íntegrahttps://www.facebook.com/prefeituraararaquara/videos/321678208437921/?t=1 Com diversas frentes de ação para atender pessoas ou famílias em situação de vulnerabilidade, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social tem visto crescer em Araraquara as demandas por mais atendimentoDe acordo com a titular da pasta, Jacqueline Barbosa, um dos motivos para esse crescimento é a crise econômica que afeta o país, que torna as famílias mais vulneráveis, principalmente por conta do desemprego.Em entrevista ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura’, na quinta-feira (20), Jacqueline fez um balanço das ações na cidade em 2018 explicando a estrutura de atendimento como uma rede socioassistencial ou serviços prestados pela Secretaria no âmbito da Proteção Básica e Proteção Especial e também pela Coordenadoria de Segurança Alimentar.Leia os principais tópicos do balanço:CRAS: “Atualmente, o município conta com dez unidades de Cras (Centro de Referência da Assistência Social), localizados em dez territórios diferentes do município e considerados a porta de entrada para o atendimento a uma família em situação de vulnerabilidade. E uma equipe da Proteção Social que atua junto à Secretaria para atender famílias em territórios que ainda não possuem Cras.Nem sempre um Cras oferta o que a família necessita, mas este articula o atendimento e orienta as pessoas sobre como esse direto poderá ser garantido.Extensão: A rede também é composta pelo Centro da Juventude, Centro Dia do Idoso, CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social), Centro POP, Casa Transitória, Serviço de Acolhimento de Criança e Adolescente e República para Idosos.Ainda temos a Coordenadoria de Segurança Alimentar e Nutricional, que em parceria com a equipe da Assistência Social, tem garantido segurança alimentar a várias famílias do município.Estamos percebendo o acesso de pessoas e famílias em vulnerabilidade aos serviços da Secretaria com uma demanda social muito grande devido à crise econômica do País. Além da crise econômica, que faz aumentar as demandas por mais atendimento, há o grande trabalho das equipes da Secretaria que atuam nos territórios para prestar atendimento às famílias mais vulneráveis.Programas: Em 2018, foram lançados pela Prefeitura os programas Frentes da Cidadania e Jovem Cidadão, sob a coordenação da Secretaria de Assistência Social articulada com políticas intersetoriais.Frentes de Cidadania é um programa de inclusão social, em que a pessoas recebem uma bolsa para fazer um curso de capacitação junto com a Coordenadoria de Economia Criativa e Solidária, acompanhadas por técnicos da Assistência Social com vistas à reinserção no mercado de trabalho.O Jovem Cidadão é um programa de estágios para jovens em situação de vulnerabilidade, mas desde que estejam estudando. O estágio é desenvolvido em várias secretarias municipais. A perspectiva para 2019 é de crescimento para ambos os programas.Capacitação: O curso culinário de auxiliar de cozinha foi oferecido em parceria com a Funap, através de um convênio estadual, para um programa de reinserção profissional de pessoas que estejam em processo de ressocialização.Conselho: Destaco que o Conselho Municipal Assistência e Desenvolvimento Social é bastante atuante dede a sua formação. A novidade deste ano é a participação do Conselho do Orçamento Participativo como titular para ajudar a construir as políticas públicas do município.Conscientização: A 2ª Semana de Alimentação visou debater a segurança e a qualidade alimentares. É importante que as famílias tenham alimentos, mas com qualidade. E isso tem a ver com a distribuição de cestas de hortifrutis.Por meio do PAA-Conab (Programa de Aquisição Alimentar) são distribuídas semanalmente 3o0 cestas de hortifrutis  para famílias de maior vulnerabilidade do programa ‘Territórios de Rede’Integração: ‘Territórios de Rede’: traz uma reorganização da oferta de serviços das diversas políticas públicas no território, que incluem as pasta da Saúde, Educação, Cultura e Esportes e Lazer. A proposta do programa é que as pastas dialoguem e ofereçam a melhor política pública, incluindo maior qualidade e ênfase.Sobre o Café solidário de Natal: é o encontro entre o poder público e a sociedade civil para dar voz e vez às pessoas que nem sempre são visíveis na sociedade.