Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2019 / 01 / 22 / Edinho acompanha reforma do CER Cyro Guedes Ramos, do Santa Angelina

Edinho acompanha reforma do CER Cyro Guedes Ramos, do Santa Angelina

Unidade interditada passa por adequações necessárias para evitar o aparecimento de escorpiões
O prefeito Edinho e a secretária municipal da Educação, Clélia Mara dos Santos acompanharam nesta terça-feira (22) as obras de reforma do CER (Centro de Educação e Recreação) Cyro Guedes Ramos, no bairro Santa Angelina. A unidade está fechada para que sejam realizadas intervenções necessárias para o combate a escorpiões.Nesse período, 12 meses, os alunos estão sendo atendidos em outro imóvel, que foi escolhido pela Secretaria da Educação com base na decisão do Conselho de Escola, ou seja, com participação de familiares dos alunos e funcionários. Cerca de 300 crianças são atendidas na unidade.“Este CER se tornou um local onde começamos a encontrar muitos escorpiões. Interditamos o CER para a segurança das crianças e funcionários, alugamos outro prédio, iniciamos outro projeto hidráulico e elétrico, com ampliação da cozinha, para que este CER pudesse ser reformado. Toda a tubulação de água e esgoto será trocada, impedindo que os escorpiões tenham acesso ao prédio”, afirmou o prefeito.“Em breve, iremos devolver o CER Cyro Guedes Ramos para que nossas crianças possam utilizá-lo em condições melhores, totalmente reformado e muito mais seguro”, complementou.Edinho ainda destaca que o problema dos escorpiões não é exclusivo de Araraquara. “A infestação de escorpiões ocorre no Estado de São Paulo inteiro. Os escorpiões se adaptaram à rede de esgoto, porque é um local úmido e eles se alimentam de baratas e outros insetos”, disse.Em entrevista recente, o gerente de Controle de Vetores da Secretaria de Saúde, Luís Eduardo Tagliacozzo, explicou que essa adaptação à rede de esgoto e águas pluviais não é nova. “Isso vem ocorrendo há tempos e, quando este peçonhento é encontrado fora desses locais, é porque há outro espaço propício, como mato em excesso e sujeira em terrenos baldios”, revelou.Segundo Eduardo, o peçonhento sai das galerias em busca de alimentos na época de calor. “Porque a barata também sai e o escorpião acaba encontrando outros locais propícios para se alojar, principalmente perto de córregos ou rios”, explicou.ObraA reforma no CER do Santa Angelina é estimada em R$ 337 mil e é resultado de permuta de área institucional do condomínio residencial Volpi, da empresa NR Construtora. Estão no projeto: substituição das tubulações e ralos do sistema de esgoto; tubulação do sistema de drenagem de águas pluviais; adequação de banheiros e instalações elétricas; construção de nova entrada de energia mais adequada; troca dos pisos; revisão geral nas portas e esquadrias; demolição e reconstrução do calçamento externo; além de pintura geral da escola.A visita à reforma também foi acompanhada pelo vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto; pela secretária de Saúde, Eliana Honain; pelo coordenador das Vigilâncias em Saúde, Rodrigo Ramos; por engenheiros da Prefeitura e por representantes da empresa responsável pela obra.