Você está aqui: Página Inicial / importação / noticias / 2019 / 01 / 31 / Com apoio da população, é possível derrotar a dengue, reforça Edinho

Com apoio da população, é possível derrotar a dengue, reforça Edinho

Prefeito e gestores apresentaram ações em entrevista coletiva à imprensa; entre elas, mutirões de limpeza, horário estendido em postos de saúde, Polo de Atendimento e número de WhatsApp para facilitar a comunicação com a população

Em entrevista coletiva a veículos de imprensa nesta quarta-feira (30), o prefeito Edinho reforçou que a participação da população é essencial na ‘guerra’ contra os criadouros do mosquito da dengue (Aedes aegypti). Afinal, cerca de 80% dos criadouros estão dentro das residências, segundo a Secretaria de Saúde.

 Durante a entrevista, o prefeito Edinho, a secretária de Saúde, Eliana Honain, o coordenador das Vigilâncias em Saúde, Rodrigo Ramos, e o diretor do Sesa, Walter Manso Figueiredo, apresentaram as ações da Prefeitura e esclareceram dúvidas dos jornalistas. A íntegra da coletiva está página da Prefeitura de Araraquara no Facebook (facebook.com/prefeituraararaquara).

 “Com o apoio da população, é possível vencer o mosquito. Sem o apoio da população, é praticamente impossível. Se fizermos com que a informação chegue até a população e conseguirmos cuidar de quem já está com a doença, vamos sair dessa situação de forma vitoriosa”, afirmou o prefeito.

 “A nossa tarefa é o convencimento da população sobre o seu papel no combate à dengue”, disse a secretária Eliana Honain. “Se não fizermos vistoria nas nossas casas, não estamos cumprindo o nosso papel. Estamos monitorando toda a situação diariamente e garantindo a assistência à população”, complementou.

Mutirões

 A realização de mutirões de limpeza a partir deste sábado (2/2), em toda a cidade, é mais uma das ações da Prefeitura no combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti.

 Os mutirões serão aos sábados, das 8h às 12h, e envolvem 300 funcionários e 20 caminhões. O objetivo é recolher materiais inservíveis que podem se tornar criadouros do mosquito. Basta ao morador colocar o material na calçada para que seja recolhido.

 Neste sábado, primeiro dia de mutirão, as ações serão focadas na região da grande Vila Xavier, onde há maior número de casos (veja locais ao final do texto). Em 2019, até a segunda-feira (28/1), foram 354 casos confirmados da doença no município, contra 1.131 casos em todo o ano passado.

 Um fato merece atenção: o vírus tipo 2 da dengue está circulando na cidade. Esse vírus não é mais grave que o tipo 1, mas a pessoa que já contraiu o tipo 1 da dengue pode voltar a pegar o tipo 2, mesmo estando imune ao tipo 1.

Descentralização do atendimento aos pacientes

A Saúde também estruturou um Polo de Atendimento a pacientes que precisam ser reidratados. O polo funcionará na sede da própria Vigilância Epidemiológica, no Cear (Centro de Eventos de Araraquara e Região), a partir de segunda-feira (4). O local contará com consultórios e sala de hidratação com dois médicos e três profissionais da área de enfermagem das 7h às 17h, inclusive aos domingos.

 Além disso, também visando a melhoria na assistência aos pacientes, os postos de saúde de quatro bairros com maior disseminação do vírus da dengue estão com horário ampliado de atendimento por tempo indeterminado, desde segunda (28): de segunda a sexta, das 7h30 às 19h, e aos sábados, das 13h às 19h.

 As unidades com o novo horário são as seguintes: CMS “Dr. Genaro Granata”, no Jardim Paulistano; CMS “Dr. Marcelo Edgar Druet”, no Jardim América; CMS “Enfermeira Kimiko Yuta”, no Jardim Iguatemi; e CMS “Dr. Ruy de Toledo”, no Jardim Roberto Selmi Dei I.

 Vale lembrar que todas as unidades de saúde estão preparadas para o atendimento a casos suspeitos da doença. Os postos de saúde com horário ampliado pertencem a regiões com situação mais preocupante.

 Segundo a coordenadora de Gestão da Secretaria de Saúde, Joice Nogueira, pacientes com febre, mal-estar e dores no corpo, por exemplo, podem ser atendidos nas unidades de saúde dos bairros. Caso haja sangramento e dor abdominal intensa, entre outros sintomas que possam necessitar de internação, é recomendado ir a uma das três UPAs (Central, Vila Xavier e Valle Verde).

 As UPAs, inclusive, contam com aparelho para exame rápido de hematócrito para pacientes com dengue. O resultado fica pronto em poucos minutos e o diagnóstico é essencial para avaliar a gravidade do caso e orientar o tratamento, já que é indicada a porcentagem de glóbulos vermelhos (hemácias) no sangue.

Limpeza

 

As equipes de Controle de Vetores estão realizando bloqueios e nebulização em diversos bairros. Os moradores que não podem ficar em casa para receber as equipes têm a opção de entrar em contato pelo telefone da Ouvidoria da Vigilância Epidemiológica (0800-774044) e agendar uma visita. O mesmo número pode ser utilizado para denúncias.

 A Prefeitura também colocou roçadeiras e tratores nas ruas para limpeza dos terrenos públicos, que são aproximadamente 1,2 mil lotes de um total de 40 mil existentes na cidade. Em relação aos terrenos baldios particulares, que são maioria, os proprietários foram notificados e tiveram prazo para efetuar a limpeza. Se não o fizeram, eles serão multados e pagarão pelo serviço, feito pela Prefeitura.

 A equipe de roçada mecânica limpa diariamente 5 mil m². Até agora, já foram 100 mil m². Também foram transportadas, em média, 15 viagens por dia (em torno de 150 m³/dia) para remoção de entulhos, com 150 viagens no total.

ADL

Outro trabalho feito pela Secretaria de Saúde foi a ADL (Avaliação de Densidade Larvária), encerrada na última sexta-feira (25). A equipe de Controle de Vetores mediu o grau de infestação do mosquito Aedes aegypti em toda a cidade. Esses dados coletados seguem agora para análise em laboratório.

WhatsApp: comunicação rápida

Mais uma novidade que irá facilitar a comunicação com a população é o número de WhatsApp da Prefeitura, que passou a ser disponibilizado nesta quarta-feira (30). Por meio do aplicativo de mensagens, a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Comunicação poderão enviar comunicados e informações aos moradores de forma mais prática, além de receber denúncias que auxiliem na fiscalização de residências e terrenos com criadouros.

Para isso, o cidadão só precisa adicionar o contato (16) 99760-1190 em sua lista de contatos e, em seguida, enviar uma mensagem. O usuário poderá se cadastrar e receber notícias, além de conversar diretamente com um operador da Prefeitura.

Confira a lista de locais do mutirão deste sábado (2/2):

Jd. Brasília e Vila Gaspar

Caminhões 1 e 2

Início: Alameda Paulista e Av. Rolando Trípoli

Jd. Paulistano

Caminhões 3 e 4

Início: Alameda Paulista e Av. Umberto Landucci

Vila Popular

Caminhões 5 e 6

Início: Alameda Paulista e Av. José de Alencar

Boaventura Gravina e região

Caminhões 7 e 8

Início: Av. Padre Antônio Cezarino e Alameda Paulista

Vila Santa Maria

Caminhões 9 e 10

Início: Av. Santo Antônio e Rua Nayn Jorge

Jd. Brasil

Caminhões 11 e 12

Início: Alameda Paulista e Av. Joaquim Vieira dos Santos

Jd. Floridiana

Caminhões 13 e 14

Início: Alameda Paulista e Av. Octaviano de Arruda Campos

Vila Freitas

Caminhões 15 e 16

Início: Alameda Paulista e Av. Estrada de Ferro

Vila Biagioni e Jd. Europa

Caminhões 17 e 18

Início: Av. Adelaide Ferraz de Carvalho e Rua Ismael de Araújo

Jd. Tabapuã e Jd. das Estações

Caminhões 19 e 20

Início: Rua dos Bombeiros e Av. Adelaide Ferraz de Carvalho