Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação
Você está aqui: Página Inicial / importação / sem-categoria / 2018 / 11 / 28 / "Saúde em Casa" passa a atender a região do Altos de Pinheiros

"Saúde em Casa" passa a atender a região do Altos de Pinheiros

Nova etapa do programa foi lançada nesta quarta-feira (28) pela Secretaria de Saúde; pacientes do SUS com doenças crônicas controladas têm direito a receber os medicamentos em domicílio
O programa “Saúde em Casa”, que entrega medicamentos em casa para pacientes com doenças controladas, foi lançado nesta quarta-feira (28) na região do Parque Residencial Altos de Pinheiros, em evento na Unidade de Saúde da Família “Prof. Dr. Ray de Paula e Silva”.Esta etapa do programa vai incluir moradores do Altos de Pinheiros I e III e do Residencial Alamedas. Para ser beneficiário, é preciso ser paciente SUS (Sistema Único de Saúde) e ter doenças crônicas como hipertensão e diabetes ou tomar remédios para planejamento reprodutivo, no caso das mulheres.O usuário do medicamento deve estar cadastrado na unidade de saúde, passando por consultas de rotina, e estar estabilizado, ou seja, com a dose ajustada do medicamento e com a pressão arterial e glicemia controladas.Ao todo, já são 1.409 pessoas do município atendidas pelo “Saúde em Casa”, somando 1.407.224 medicamentos e materiais distribuídos gratuitamente a esses pacientes.“Temos pacientes que tomam medicamentos todos os dias. Se sabemos quais são os medicamentos, por que a gente não pode entregar na casa esse remédio e garantir que a pessoa tome todo dia? Se a Prefeitura entrega em casa, a gente tem garantia de que o paciente vai tomar o medicamento e não saia dos programas de saúde”, disse o prefeito Edinho.A secretária de Saúde, Eliana Honain, destacou o compromisso do governo Edinho em melhorar a saúde da população. “Não é fácil investir em Saúde, mas existe esse compromisso de melhoria da qualidade de vida dos nossos moradores”, declarou. Eliana lembrou que a unidade do Altos de Pinheiros é a 15ª a receber o programa neste ano e que falta a adesão de apenas duas unidades que não possuem farmácia (no Biagioni e no Cecap).A gerente assistencial farmacêutica, Silvana Lee, ressaltou que a assistência farmacêutica presume o uso racional de medicamentos e a facilidade no acesso. “A gente não está tendo mais falta de medicamentos. Manter as unidades abastecidas é fundamental para o programa”, disse.A enfermeira da unidade do Altos de Pinheiros, Milena Cristina Delon Soarde dos Santos, agradeceu a toda sua equipe pelo trabalho realizado e ao prefeito Edinho. “É um grande avanço. O programa vai levar os medicamentos a quem mais precisa”, destacou.Representando os usuários do SUS, Maria de Lourdes Orlando agradeceu à Prefeitura. “Foi ótimo o que fizeram. Era difícil descer o bairro a pé, na chuva e no sol, para buscar o remédio”, revelou.O vereador Toninho do Mel (PT) falou em nome da Câmara Municipal. “O prefeito tem responsabilidade com a população de Araraquara que mais precisa”, pontuou.Ainda estiveram no evento o vereador Gerson da Farmácia (MDB), coordenadores municipais e servidores da secretaria de Saúde.