NOTÍCIAS

Voltar

​​Empresa incubada recebe aporte de R$ 400 mil para desenvolvimento de berço medicinal

20 de março de 2018


Instalada há três anos na Incubadora de Empresas de Araraquara, no ​8º Distrito Industrial, a Led Visual Médica recebeu R$ 400 mil para o desenvolvimento de um equipamento de fototerapia que possibilita a diminuição dos índices de bilirrubina ​(substância produzida pelo fígado) ​em ​recém-nascidos, a partir da tecnologia LED de última geração.

 

O projeto inovador conta com verba da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e de recursos próprios, segundo o químico José Carlos Gonçalves, um dos sócios proprietários da incubada.

 “Este equipamento esta sendo desenvolvido em três etapas. Na fase inicial, validamos a inovação e comprovamos que seria viável; nesta segunda fase estamos desenvolvendo o protótipo, efetuando os testes de qualidade e de eficiência e iremos, também, registrar o equipamento no I​nmetro e na A​nvisa. Por fim, a terceira fase será a montagem da fábrica gerando postos de trabalho, de forma direta e indireta”, relata Gonçalves.

 De acordo a pesquisadora Silvana Coló Corrêa, a incorporação do equipamento no sistema de saúde levará a uma alteração na rotina hospitalar, será possível ampliar a democratização do acesso à saúde e será reduzido o tempo e o custo do tratamento, possibilitando que um número maior de recém-nascidos seja atendido.

 A previsão dos empreendedores é que a produção em série tenha início em 2019. “Estamos em contato com futuros investidores e pretendemos começar com a montagem de 20 peças por mês e cada berço terá também o radiômetro para controle da radiação de luz”, explica Gonçalves.

 “A Led Visual Médica é especialista em equipamentos médicos como o retinoscópio, laringoscópio, otoscópio, foco cirúrgico e o inovador equipamento de fototerapia, que é uma grande contribuição à Medicina”, ​diz o coordenador municipal de Indústria e Tecnologia, Héber Pereira.

​​Apoio

 ​O​ prefeito Edinho​ visitou recentemente a Incubadora de Empresas, que é administrada pela Unesp em parceria com a Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, e revelou a intenção de fortalecer o serviço.

 “Temos projetos para fortalecer ainda mais a Incubadora e fomentar a pesquisa científica voltada ao desenvolvimento econômico, além da criação da incubadora específica de economia solidária”, explica o prefeito. “Fiquei muito feliz em ver que o trabalho ali realizado está repercutindo no País inteiro e dando resultados”, ​complementa.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis