Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Dezembro / 13 / Programa “Olha e Vê” entrega óculos para crianças da rede municipal de educação

Educação

Programa “Olha e Vê” entrega óculos para crianças da rede municipal de educação

Até o final dessa terceira fase do programa, 66 crianças das unidades da educação infantil inseridas nos Territórios em Rede deverão receber seus óculos
essa.jpeg

 

 

As 23 crianças do CER Caic Rubens Cruz I e II que apresentaram algum problema de acuidade visual nas primeiras etapas do programa “Olha e Vê” receberam os seus óculos na quarta-feira (11). A iniciativa inédita é resultado da parceria entre o CRESEP (Hospital de Olhos) e a Secretaria Municipal da Educação e conta com o apoio do Lions Club Araraquara Santa Cruz, Rotary Club Leste (Banco de Óculos), Assembleia ‘Estrelas de Isis’, Capítulo Araraquara, a multinacional francesa fabricante de lentes Essilor, Óticas Fabrilen, Ótica Manzolli, Ótica Lupo e a ETEC “Anna de Oliveira Ferraz”. O objetivo do programa é avaliar a acuidade visual de crianças de 3 a 7 anos, disponibilizar o exame oftalmológico e, por meio de doação das entidades parceiras e valores depositados por pessoas físicas na conta do CRESEP, oferecer óculos aos alunos.

O programa teve início em outubro nas unidades escolares instaladas nos bairros de maior vulnerabilidade social, pertencentes ao programa Territórios em Rede. Na primeira etapa as crianças passaram por uma avaliação de acuidade visual, por meio de um equipamento computadorizado de alta precisão, adquirido nos Estados Unidos, que, em alguns instantes, dá o diagnóstico completo das alterações visuais. Na segunda etapa, as que apresentaram alguma alteração foram encaminhadas ao CRESEP para uma consulta oftalmológica e escolha das armações.

A secretária Municipal da Educação, Clélia Mara Santos, avalia de forma extremamente positiva o programa. “Isso que vimos aqui, essas crianças hoje com óculos, vendo o mundo, foi a entrega perfeita de um projeto piloto, que tem a pretensão de acompanhar outras escolas da Rede Municipal nos territórios mais vulneráveis”, afirmou, agradecendo os parceiros envolvidos na iniciativa. “Eu só posso agradecer a cada um dos parceiros que procuraram a Secretaria Municipal da Educação, com essa proposta tão bacana, que dá o cumprimento a uma legislação da vereadora Juliana Damus, que já existia e que até então tínhamos dificuldades em fazer o efetivo cumprimento da lei”, completa.

A voluntária do CRESEP, Dra. Mary Eleni, explica que foram examinadas 1.480 crianças e 234 foram triadas para o exame oftalmológico. Devido às férias escolares, apenas 89 crianças das unidades de educação infantil (CERs) passaram até agora pela consulta no CRESEP. “Hoje começamos a distribuição; serão entregues 66 óculos nesta terceira fase”, acrescenta.

Ela salienta ainda que algumas crianças apresentaram outros problemas de visão, como estrabismo, alterações de córnea, alto grau de miopia e de astigmatismo. Elas foram encaminhadas ao serviço municipal de saúde

Dra. Mary destaca a contribuição do oftalmologista do CRESEP, Dr. José Augusto Cardillo, no programa “Olha e Vê”. “Ele é o principal idealizador dessa iniciativa e tem grande responsabilidade por essas crianças estarem tendo a oportunidade de enxergar o mundo com bons olhos”, declara.

A mãe de uma das alunas, Luciana Madureira Silva Antonio, aprovou a iniciativa e enfatizou que muitas famílias não têm condições de adquirir óculos para as suas crianças. “Agora eles vão enxergar tudo com mais clareza”, disse.

Outra mãe de um aluno que foi contemplado, Franciele Cristina Vergara, acredita que a iniciativa vai facilitar muito a vida das crianças. “Eu, que uso óculos desde pequena, sei muito bem o quanto é difícil ficar sem. Agora, para ele, está melhorando bastante e vai melhorar cada vez mais”.

A entrega dos óculos se iniciou na terça-feira (10), no CER Anunciata Lia David. Ao todo foram produzidos 66 óculos que devem ser entregues para as crianças do CER Professora Annunciata Lia David (7), CER Maria Pradelli Malara (11), CER Professora Judith de Barros Batelli (12), CER do CAIC Rubens Cruz I e II (23) e EMEF Altamira A. Mantese (13).

O programa deve ser retomado após o período de férias escolares. A meta é atingir cerca de 8 mil crianças dessa faixa etária e a previsão é de que pelo menos 2 mil crianças passem por consulta no CRESEP. 

 

 

 

registrado em: , ,