Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Dezembro / 16 / Conquista do OP, unidade de saúde do Victório de Santi é inaugurada

Saúde

Conquista do OP, unidade de saúde do Victório de Santi é inaugurada

ESF Nair Damásio Claudino deve atender uma população estimada em 5,2 mil pessoas; solenidade de inauguração foi realizada na sexta-feira (13)

 

 

 

Depois de 27 anos, o Jardim Victório de Santi passa a ter uma unidade de saúde para atender seus moradores. Atendendo solicitação da população pelo OP (Orçamento Participativo), a Prefeitura inaugurou a ESF (Estratégia de Saúde da Família) Nair Damásio Claudino em solenidade na manhã de sexta-feira (13).

A ESF fica na Rua Francisco de Paula Lombardi, nº 210, no Victório de Santi II, e deve abranger uma população estimada de 5,2 mil pessoas, compreendendo o Victório de Santi I e II e o Residencial dos Oitis. O local possui enfermeira, dois técnicos de enfermagem, um funcionário de apoio, um médico e dois residentes.

A construção da unidade atende deliberação dos moradores da Região 9 do OP, em 2018. O loteamento que deu origem ao Victório de Santi é de 1992. Portanto, o bairro possui 27 anos de história e não tinha um posto de saúde — os pacientes precisavam se dirigir até a unidade do Jardim Iguatemi, distante quase 2 km.

A obra, feita pela empresa Cedro Construtora e Incorporadora, foi possível após emenda parlamentar do deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP) no valor de R$ 750 mil, com articulação da vereadora Thainara Faria (PT).

Thainara também é autora da lei que denomina a nova unidade. Nair Damásio Claudino, que faleceu em 2015, tinha importante atuação na área da Saúde e na defesa por uma sociedade mais justa.

“Não existe investimento se não for escolhido pela população de Araraquara. Não tem nada mais democrático do que governar a cidade pelo Orçamento Participativo. Este bairro agora tem uma unidade de saúde porque tem OP. Parabéns à comunidade do Victório de Santi”, afirmou o prefeito Edinho, que também agradeceu à vereadora Thainara e ao deputado Zarattini.

O prefeito ainda ressaltou a trajetória da homenageada. “Se temos mulheres negras ocupando postos importantes hoje, é porque mulheres como a Nair tiveram papel fundamental”, destacou.

O presidente da Câmara Municipal, Tenente Santana (MDB), enalteceu a importância da nova unidade. “A necessidade era grande. São muitas pessoas adoentadas, idosas, para quem quase 2 km é muita coisa para caminhar. Além disso, é um posto de saúde de qualidade”, declarou.

Articuladora da emenda federal, a vereadora Thainara Faria (PT) agradeceu ao prefeito Edinho e a Zarattini, além de destacar a participação da população nesse processo e o histórico da homenageada. “Este posto de saúde é da população. Todo mundo se mobilizou. Isso aqui é do povo”, disse Thainara, lembrando que cresceu naquela região da cidade.

Para o deputado federal Carlos Zarattini, presente no evento, o SUS (Sistema Único de Saúde) é o maior plano de saúde gratuito do mundo. “Não vamos medir esforços para enviar recursos para a Prefeitura de Araraquara. Aqui, o dinheiro é bem gasto. Vamos continuar lutando para a melhoria da qualidade de vida. Parabéns, povo de Araraquara”, afirmou.

A deputada estadual Márcia Lia (PT) parabenizou todos os envolvidos. “Obrigado a todos que colaboraram nessa luta. É uma conquista do OP e da população, mas, sem a Thainara, o Zarattini e o prefeito Edinho, a gente não teria essa unidade de saúde”, declarou.

A secretária de Saúde, Eliana Honain, ressaltou que a atenção básica chega mais próxima da população com a nova unidade. “Parabéns a toda a população do Victório de Santi. Este é um equipamento público que vai atender todas as necessidades de saúde dos moradores.”

Amanda Vizoná, secretária de Planejamento e Participação Popular, disse que a unidade “é uma conquista do bairro e uma conquista do Orçamento Participativo”.

Presidente do COP (Conselho do Orçamento Participativo) e do Conselho Municipal de Saúde, Haroldo Campos relatou sua felicidade. “Estou feliz da vida. Temos uma saúde que funciona e funciona muito bem, e esta unidade é um marco de resistência”, pontuou.

Representando os moradores do bairro, Patrícia Ferreira, que foi presidente do COP, agradeceu à comunidade. “É uma luta de mais de 25 anos sem unidade de saúde e indo para o Jardim Iguatemi, que sempre nos acolheu”, relatou.

A enfermeira da nova unidade de saúde, Mariana Câmara, disse estar feliz com a nova função. “Espero, junto com a nossa equipe, fazer um grande trabalho. Estamos à disposição de todos.”

Cláudio Claudino, filho de Nair Damásio Claudino, falou em nome de todos os familiares. “É o primeiro prédio público com nome de uma mulher negra e nascida na periferia. Atitudes como a de hoje são atos para tomar a representatividade da mulher negra mais forte”, afirmou.

Também estiveram presentes no evento os vereadores Paulo Landim (PT), Toninho do Mel (PT), Edson Hel (Cidadania), Zé Luiz (Cidadania), Roger Mendes (Progressistas), Gerson da Farmácia (MDB), Jeferson Yashuda (PSDB) e José Carlos Porsani (PSDB); a secretária de Obras e Serviços Públicos, Anna Padilha, entre outros secretários, coordenadores e gestores municipais; o superintendente do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgotos), Donizete Simioni; a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Silva; familiares e amigos de Nair Damásio Claudino; entre outras autoridades e lideranças.

Sobre a homenageada

Filha de João Damásio dos Santos e Anna de Jesus, Nair nasceu em Araraquara, em 10 de janeiro de 1923, e faleceu em 2015. Depois de alfabetizada, passou a ser, para a família, uma liderança na resolução de problemas, incentivando seus familiares à alfabetização e ao aprendizado.

Na década de 1970, passou a coordenar na Casa Paroquial de São Benedito, na Vila Xavier, um movimento voltado às empregas domésticas, com alfabetização e ensino de corte, costura, crochê, bordados e artesanatos. Nair também tinha muita proximidade com o Serviço Especial de Saúde de Araraquara (Sesa), o que acabou resultando em inúmeros benefícios à saúde das empregadas domésticas.

Mulher, negra e líder em seu convívio familiar e social, Nair também era sempre requisitada para as mais diversas e inusitadas situações, como organização de casamentos e batizados.

 

registrado em: , ,