Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Fevereiro / 20 / Saúde reitera importância do enfrentamento da dengue

Saúde

Saúde reitera importância do enfrentamento da dengue

Segundo Eliana Honain, quem estiver com sintomas da doença em Araraquara deve procurar pelo Polo de Assistência no Cear
Canal_Direto_Eliana (1).jpeg

 

 

Em entrevista ao programa “Canal Direto com a Prefeitura”, na segunda-feira (18), a secretária municipal de Saúde, Eliana Honain, confirmou que Araraquara contabiliza oficialmente 1.668 casos de dengue.

Por isso, ela reforçou ser importante quem apresentar qualquer sintoma da doença - dores de cabeça ou nos olhos, cansaço, náuseas ou manchas avermelhadas pelo corpo - procurar por um posto de saúde da cidade.

Atualmente, além de quatro postos de saúde que atendem com horários estendidos, a Prefeitura oferece o Polo de Atendimento, no Cear - Centro de Eventos de Araraquara e Região.

Ao insistir que a colaboração da população é muito importante nas ações da Prefeitura de combate ao criadouro do Aedes aegypti (mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya), Eliana disse acreditar que em breve a situação poderá estar sob controle.

“O problema é que a gente não sabe como o mosquito vai se portar já que nos últimos cinco anos existe a transmissão da dengue em Araraquara, com registros mensais de um, dois ou até mais casos confirmados”, afirmou. Embora tenha admito ser difícil uma previsão real sobre a reversão do problema, a secretária de Saúde acrescentou que a Prefeitura está trabalhando muito para isso.

Ações conjuntas

Conforme ressaltou Eliana, não depende apenas do poder público, mas da colaboração de todos os cidadãos o combate aos criadouros do Aedes. Porque em muitos lugares onde foi feito recentemente o mutirão de recolhimento de materiais inservíveis o problema volta a ocorrer, com o depósito de novos materiais descartáveis.

“A população acha que jogar lixo na rua ou em terrenos vazios não é problema. Mas é um problema muito sério, principalmente agora, com as constantes chuvas e o sol mais quente, que oferecem todas as condições para a proliferação do mosquito em materiais que acumulam água parada”.

Vale destacar que ao contrário de antes, em que só se proliferava em água limpa, agora o Aedes se adaptou a outras circunstâncias e se multiplica em qualquer ambiente, inclusive em água parada suja.

“Por isso é muito importante o trabalho conjunto da Prefeitura com a população, cada um fazendo sua parte quando das visitas dos agentes de saúde em cada casa da cidade, e a colaboração nos mutirões, na busca dos criadouros”, reiterou Eliana 

Além dessas ações, ela destacou o Polo de Atendimento, instalado desde o dia 4 de fevereiro na sede da Vigilância Epidemiológica, no Cear, que funciona das 7h às 17h.

De acordo com a secretária de Saúde, hoje, em média, entre 150 e 200 pessoas passam diariamente pelo local em busca de um tratamento de qualidade contra a dengue.

Reforço

Afora o Polo, quatro unidades de Saúde funcionam em horário estendido nos bairros Jardim Paulistano, América, Iguatemi e Selmi Dei I - de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h, e aos sábados, das 13h às 19h.

“E estamos trabalhando para instalar outro Polo de Atendimento, na região central da cidade, como disse recentemente o prefeito Edinho. Temos que garantir a assistência de qualidade, que é o grande desafio contra a dengue”.

Segundo Eliana, é preciso começar a tratar precocemente a doença, “porque a gente vem falando desde os primeiros dias que dengue mata. Por isso, é preciso monitorar os casos graves e as complicações, para evitar o pior”.

Em relação aos trabalhos de nebulização, a secretária reiterou que esse procedimento é orientado pela Sucen (órgão estadual) somente quando há casos confirmados de dengue num bairro.

“Mas estamos estudando junto com a Sucen e com a Secretaria Estadual de Saúde outras formas de atuação, visando atenuar esse quadro”, enfatizou.

Ao final da entrevista, Eliana voltou a reforçar: a pessoa que estiver com sintoma de dengue deve ir diretamente ao Polo para passar pelos exames, que detectam ou descartam a doença.

No ar

O programa de entrevistas “Canal Direto com a Prefeitura” é apresentado ao vivo, de segunda a sexta-feira, às 18h30, pela TV Web Participativa (podendo ser visto também posteriormente), na página oficial do Facebook e no Portal da Prefeitura de Araraquara, sempre com um convidado do governo.

registrado em: ,