Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Julho / 11 / Sábado é a noite do Metal no Araraquara Rock

Cultura

Sábado é a noite do Metal no Araraquara Rock

Shows do sábado acontecem na Praça Scalamandré Sobrinho, com portões abertos a partir das 16 horas; shows começam às 17 horas; no destaque: Massacration
Massacration.jpg

 

Sábado, 13 de julho, é o Dia do Rock, bebê! O Araraquara Rock neste terceiro dia de programação passa a ser realizado na Praça Scalamandré Sobrinho, em frente à Arena da Fonte Luminosa, com abertura dos portões a partir das 16 horas. Os ingressos são gratuitos, mas pede-se a doação de um quilo de alimento não perecível para doação às entidades cadastradas no Fundo Social de Solidariedade.

A programação do sábado traz uma variação do estilo Metal, com: Voodoopriest, Kamala, Surra, Tributo a Andre Matos by Soulspell, Tuatha de Danann, Korzus e Massacration.

O Araraquara Rock segue com shows até domingo, 14 de julho, sendo realizado pela Prefeitura Municipal de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e Fundart (Fundação de Arte e Cultura do Município) - em parceria com o SESC Araraquara e com o apoio do Governo Federal por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Fundo Nacional da Cultura e Ministério da Cidadania (Secretaria Especial da Cultura).

Nesta 18ª edição, o festival presta uma homenagem aos 50 anos de Woodstock, o mais importante evento de música da história foi o ápice do movimento de contracultura que se espalhou pelo mundo.

 

Confira as bandas que tocam no sábado:

 

23h20 - Massacration 

O Brasil e o mundo aclamaram pela volta do Massacration, a maior banda de Heavy Metal de todos os tempos, formada por Detonator (vocal), Metal Avenger (guitarra), Headmaster (guitarra), Redhead Hammet (baixo e guitarra) e Jimmy The Hammer (bateria).

Após retornar em 2016 para estrelar a propaganda do McDonald's, o Massacration motivou os fãs com uma turnê mundial em várias cidades com diversos shows sold out. Este retorno coroou o lançamento de uma nova música “Metal Milf”, com grande número de visualizações no Youtube e Facebook.

Com o sucesso alcançado pelo grupo, o Massacration produziu o DVD “Massacration - Live Metal Espancation”, em 2017, com o conceito nascido a partir de toda a volta da banda e de sua história no cenário heavy metal mundial. O nome do DVD é a cara do Massacration, ou seja, divertido e impactante. A banda Massacration sempre foi um grupo que gosta de quebrar os paradigmas com muita diversão, humor e tirando sarro dessa coisa mais sisuda do heavy metal, por isso o nome escolhido para o DVD foi Live Metal Espancation.

O repertório é um apanhado dos maiores clássicos do Massacration, com ênfase no primeiro álbum "Gates of Metal Fried Chicken of Death" (2005), que é um disco que vendeu mais de 50 mil cópias em todo o Brasil, batendo recordes de venda na época.

 

21h50 - Korzus 

Trinta e cinco anos de carreira. Do passado, quando ostentava o apelido de “Slayer brasileiro”, o Korzus criou sua identidade, firmou sua personalidade e se tornou um dos maiores nomes do metal brasileiro. Muito disso se deve às performances ao vivo, pois a banda, que atualmente prepara o sucessor de “Legion”, se entrega ao máximo para oferecer ao público o melhor show.

Esteja certo: você nunca vai ver uma apresentação mediana do Korzus. Marcello Pompeu (vocal), Heros Trench e Antonio Araujo (guitarras), Dick Siebert (baixo) e Rodrigo Oliveira (bateria) estão na estrada para provar isso.

Esta instituição do metal brasileiro, foi criada há 35 anos em São Paulo e, apesar de algumas mudanças na formação, trabalha ininterruptamente desde outubro de 1983. Após integrar a lendária coletânea “SP Metal 2” (1985) e lançar “Korzus Ao Vivo” (1985), veio o primeiro álbum de estúdio, “Sonho Maníaco” (1987). Entre os trabalhos, destaque para: EP “Pay For Your Lies”, “Mass Illusion” (1991), “KZS” (1995), “2000 – Live at Monsters of Rock”, “Ties Of Blood” (2004). DVD, “Video História” (2006), “Discipline of Hate” (2010), “Legion” (2014) – entre outros.

 

20h30 - Tuatha de Danann

A banda Tuatha De Danann une harmoniosamente vertentes musicais com base no Heavy Metal e música celta. Essa proposta se iniciou em 1995 na cidade de Varginha-MG. Desde o ano passado, a banda cada vez mais se dedica à música alinhada às culturas mundiais e, após uma reformulação, ressurge como trio, formado por: Bruno Maia (vocais, guitarra, flautas, banjo, bouzouki e bandolim), Giovani Gomes (baixo e vocais) e o tecladista Edgard Brito.

Um novo EP começa a ser produzido e as características celtas indispensáveis à banda dividem terreno com outros climas, dando espaço também a letras mais existencialistas. O disco, intitulado “The Tribes of Witching Souls”, foi lançado em fevereiro de 2019 pelo selo Heavy Metal Rock e traz participações especiais de Fernanda Lira (Nervosa), Daísa Munhoz (Soulspell), Nita Rodrigues (Bud Pump), Dave Briggs (Waylander/Irlanda) e, mais uma vez, Martin Walkyier em uma das canções mais velozes do CD, “Your Wall Shall Fall”, que virou videoclipe de promoção do álbum.

Eles estão prontos para conquistar novos territórios com seu eletrizante e criativo Metal, e nas palavras de Bruno Maia, percebemos que o Tuatha de Dannan sabe bem o que quer e tem certeza de sua capacidade: "Queremos ser relevantes para nós mesmos e nossa música, para poder nos desafiar e ainda nos encantar. Não faria sentido fazer o mesmo som para sempre. E o legal é que conseguimos evoluir sem abandonar nossos próprios elementos característicos. Acredito que estamos vestidos de nós mesmos e não temos medo de seguir em frente”.

 

19h30 - Tributo a Andre Matos by Soulspell

Com a notícia do falecimento do cantor, compositor, maestro, produtor e pianista Andre Matos - conhecido por ter sido vocalista das bandas Viper, Angra e Shaman e por ter vendido milhões de cópias durante a sua carreira - ficou nítido o forte sentimento de luto entre os fãs e músicos. Depois de dezenas de pedidos feitos pelos internautas por uma homenagem ao Andre, a produção do Araraquara Rock atendeu o pedido e não poderia ter sido mais feliz na escolha de uma banda para o tributo: Soulspell, uma banda bastante íntima de Andre.

“A ficha simplesmente não cai. O Andre foi um cara fantástico que acreditou muito no Soulspell e nos ajudou demais nos últimos tempos, participando de shows, do nosso quarto álbum, do nosso DVD - enfim, sendo realmente um maestro que nos instruía. Sua gentileza, empenho, respeito e humildade nos servirão para sempre, como exemplos. Ficamos, todos, imensamente emocionados e honrados com a oportunidade oferecida pelo Araraquara Rock de poder reverenciar a obra do grande Andre Matos em seus maiores clássicos, ao lado de nossos grandes amigos Fábio Caldeira (Maestrick) e Moita (Heavy Talk). Daremos nosso melhor para fazer jus ao talento e versatilidade ímpares do maestro, através das vozes de Pedro Campos, Jefferson Albert, Talita Quintano, Daniel Guirado, Edney Marques, Maurício Del Bianco e Fábio Caldeira”, comenta Heleno Vale.

 

18h40 - Surra

Vocês gostam de moshpit? Pois entre as primeiras bandas a subirem no palco no sábado, dia 13 de julho, teremos o Surra para mostrar o que é o real incentivo para uma roda punk!

Originários da cidade de Santos, os músicos da Surra são influenciados pelos riffs rápidos do Thrash Metal e pela linguagem direta e a atitude do Hardcore Punk. O trio já dividiu palco com alguns dos principais nomes do underground no Brasil, como Sepultura, Ratos de Porão, Dead Fish, Claustrofobia, e até mesmo nomes internacionais como D.R.I., Overkill, Tankard e Dr. Living Dead.

Por falar em palcos, a banda se tornou conhecida pelo seu ritmo incansável de turnês. Desde 2012, já são mais de 250 shows por todas as regiões do Brasil e mais de 10 países da Europa.

 

17h50 - Kamala

A banda é um bom motivo para acompanhar o festival desde os primeiros shows e iimpressiona pela qualidade do seu thrash/death metal honesto de inteligentes variações entre peso e melodia.

Com uma presença de palco avassaladora, o Kamala está na ativa desde 2003, e conta com cinco álbuns e um EP na discografia.

O power trio é formado por Raphael Olmos (vocal/guitarra), Allan Malavasi (vocal/baixo) e Isabela Moraes (bateria), e embarca em outubro para mais uma turnê europeia.

 

17h - Voodoopriest

Voodoopriest é um nome de peso para abrir os trabalhos no sábado do Metal. A banda nasceu como uma grande força no cenário musical brasileiro e internacional, devido à experiência e bagagem musical de seus integrantes.

Iniciando a tour do álbum Cipó dos Mortos, a reformulada banda conta com duas novidades: o baixista Bruno Pompeo nos vocais, e com a banda agora cantando em português.

 

SERVIÇO:

18º Araraquara Rock

Dia: sábado (13 de julho)

Local: Praça Scalamandré Sobrinho – Rua Mauro Pinheiro, s/n° - Fonte Luminosa (ao lado da Arena da Fonte)

 

Shows:

17h - Voodoopriest

17h50 - Kamala

18h40 - Surra

19h30 - Tributo a Andre Matos by Soulspell

20h30 - Tuatha de Danann

21h50 - Korzus 

23h20 - Massacration 

 

Grátis – pede-se a doação de 1 kg de alimento não perecível

registrado em: , ,