Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Julho / 22 / Bogé, fundador da escola de samba Estrela de Vila Santana, recebe Honra ao Mérito da Câmara

Cultura

Bogé, fundador da escola de samba Estrela de Vila Santana, recebe Honra ao Mérito da Câmara

Prefeito Edinho esteve na sessão solene, na noite de sexta-feira (19), e enalteceu a história do carnavalesco araraquarense
foto01 Prefeito Edinho na sessão solene do Diploma de Honra ao Mérito ao carnavalesco Bogé 19jul19 Celso Luís Gallo (1).jpg
 

O prefeito Edinho participou na noite de sexta-feira (19) da sessão solene de entrega do Diploma de Honra ao Mérito da Câmara Municipal a Osvaldo da Silva, o Bogé, de 86 anos, que foi o fundador da Escola de Samba Estrela de Vila Santana. Para Edinho, Bogé representa a história do Carnaval de Araraquara.

“Não existiria Carnaval de Rua em Araraquara se não fossem o Bogé e sua esposa, Ivone. Essa homenagem materializa uma trajetória, a expressão de uma comunidade, a cultura do povo afro-brasileiro de Araraquara. Bogé e toda sua família deram relevância e visibilidade ao samba, ao Carnaval e à cultura popular. Por tudo isso, a Câmara faz um reconhecimento muito justo”, declarou o prefeito. O título de Honra ao Mérito a Bogé foi indicado pelo vereador Edson Hel (PPS).

Morador do Santana desde a década de 1950, o araraquarense Bogé fundou a Estrela de Vila Santana em 1968. No ano seguinte começaram os desfiles da escola de samba, a mais antiga da cidade e motivo de orgulho para a comunidade. Foram sete títulos de escola campeã em Araraquara, chegando a colocar 300 pessoas em um único desfile, com as cores da escola: vermelho, azul e branco.

A motivação sempre foi uma palavra de ordem na sua vida carnavalesca, mas, com problemas de coluna e joelho, Bogé se afastou das atividades.

O carnavalesco também foi homenageado pela Prefeitura dentro da programação do Carnaval da Paz e da Cidadania 2019, durante o Encontro das Escolas de Samba, em fevereiro.

Também estiveram na sessão solene o presidente da Câmara Municipal, Tenente Santana (MDB), e o vereador Edson Hel (PPS); o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, Dimas Ramalho; a secretária de Cultura, Teresa Telarolli; o coordenador de Participação Popular, Alcindo Sabino; a presidente do Comcedir (Conselho Municipal de Combate à Discriminação e ao Racismo), Rita de Cássia Ferreira; o gerente regional do CDHU, Benedito dos Santos; e familiares do homenageado.

registrado em: , ,