Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Julho / 25 / Daae começa a traçar diretrizes de recuperação de APPs em córregos

Urbano

Daae começa a traçar diretrizes de recuperação de APPs em córregos

Superintendente e diretores visitaram os córregos Capão do Paiva, Água Branca, Ouro e Vieira, para verificar condições das Áreas de Preservação Permanente
67568389_2289062484475962_310838688860864512_n.jpg

 

 

O superintendente do Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae), Donizete Simioni, acompanhado da diretora de Gestão Ambiental, Katia de Matteo, e da gerente de Biodiversidade, Ana Almeida, visitou quatro córregos da cidade com o objetivo de verificar suas atuais condições e traçar diretrizes para recuperação das Áreas de Preservação Permanente (APPs) inseridas no espaço urbano.

O primeiro visitado foi o Córrego Capão do Paiva, afluente do Ribeirão do Ouro, que fica na região sul da cidade, nas proximidades da rodoviária. Neste mês, o Daae realizou a capina manual das coroas das árvores e dos aceiros, além do cercamento de toda a APP no entorno do córrego.

Em seguida, a equipe visitou o Córrego da Água Branca, também afluente do Ribeirão do Ouro, localizado na região leste do município, entre os bairros Jardim Dumont e Cruzeiro do Sul. Durante a visita, foi possível identificar que o local sofre com depósito irregular de lixo e ocupação indevida de sua APP. Como forma de conscientização, o Daae desenvolve um projeto de educação ambiental com a realização de visitas à nascente do córrego, onde são apresentados aos alunos visitantes, os problemas causados pela poluição e a importância da preservação de matas ciliares e da biodiversidade.

Em situação parecida está o Córrego do Ouro, na região do Yolanda Ópice. Apesar de recente campanha de retirada de lixo e entulhos, ao longo da visita foi possível identificar que o local continua recebendo indevidamente o descarte desses materiais. Com o intuito de coibir essas ações, o Daae está desenvolvendo projeto para o cercamento de toda a extensão do córrego.

Por fim, o Córrego do Vieira, localizado no Parque Gramado, recebeu a visita da equipe do Daae. Em recente reunião com os moradores locais, a diretoria de Gestão Ambiental pôde apurar as principais demandas da comunidade. “Os moradores destacaram a necessidade de melhoria da drenagem, visto que o volume de água que se concentra na região nos períodos chuvosos é intenso, provocando processos erosivos nas margens do córrego”, afirmou Katia. Como medida imediata, o Daae, em parceria com a Prefeitura Municipal, realizou na última semana, a capinação e limpeza do local.

 

 

registrado em: ,