Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Junho / 4 / Escola de Governo fará censo com servidores municipais

Gestão

Escola de Governo fará censo com servidores municipais

Objetivo da Prefeitura é conhecer melhor seus servidores para elaborar programas de qualificação e valorização profissional
foto01 Prefeito Edinho e gestores municipais participam de reunião sobre o Censo do Servidor 04jun19 Celso Luís Gallo.jpg

 

 

A Escola de Governo do Município de Araraquara, criada pela Prefeitura em parceria com a Unesp (Universidade Estadual Paulista), fará nas próximas semanas um censo para obter informações dos servidores municipais e poder elaborar programas de qualificação e valorização profissional.

Nesta terça-feira (4), o prefeito Edinho esteve com secretários, coordenadores e gestores municipais, além do diretor acadêmico e científico da Escola de Governo,  Valdemir Pires, para uma reunião preparatória sobre a aplicação desse estudo.

O Censo dos Servidores Públicos Municipais está previsto na Lei Municipal 9.450, de 30 de janeiro de 2019, que institui a Escola de Governo. O objetivo é que a Prefeitura conheça melhor e valorize, individualmente e no conjunto, seus colaboradores permanentes, com a finalidade de aproveitar ao máximo suas potencialidades para melhor servir a população da cidade.

Por meio do censo serão obtidas informações essenciais para a melhor qualificação profissional e para a melhoria das condições de trabalho e vida. Os dados serão informados diretamente pelos servidores em um formulário eletrônico no site da Prefeitura, entre 10 de junho a 12 de julho. Como estabelece a lei, a participação é obrigatória.

“O censo é importante para saber o que o servidor pensa, o que entende do seu papel no serviço público, qual leitura tem da própria Prefeitura e da sociedade em que estamos inseridos. O maior patrimônio do serviço público é o servidor. Ele precisa ser compreendido, e sua prestação de serviços, qualificada”, disse Edinho.

Formulário

O censo contém duas partes. Na primeira será feita uma atualização cadastral e um levantamento socioeconômico para que seja traçado um perfil básico de cada servidor.

A segunda parte terá informações sobre qualificação profissional e expectativas em relação à Escola de Governo. Nesse caso, o objetivo é mapear as capacitações profissionais dos servidores e identificar necessidades de qualificação e aperfeiçoamento a serem atendidas, além de detectar potenciais colaboradores internos para os processos de disseminação de conhecimentos e habilidades.

Cada funcionário preencherá o formulário do censo disponibilizado online, e quem não tiver acesso a computador deverá se informar sobre pontos de disponibilização no local de trabalho. Quem não souber preencher o formulário online deve recorrer à ajuda de colegas ou de monitores em locais e horários a serem divulgados.

Escola de Governo
Segundo o professor Valdemir Pires, diretor da Escola de Governo, a instituição funciona como uma espécie de "universidade corporativa" da Prefeitura, propiciando o desenvolvimento profissional e capacitações adequadas ao ambiente organizacional em que estão inseridos seus públicos-alvo.

Assim serão oferecidos cursos, palestras, debates e outros eventos formativos, sempre certificados para eventual uso na progressão funcional, além de biblioteca e laboratório de gestão municipal de políticas públicas, num prédio próprio, que será apresentado em breve.

“A Escola de Governo de Araraquara está sendo criada com o objetivo de contribuir para que a Prefeitura seja uma instituição aprendente, ou seja, levar conhecimento e qualificar o servidor. E está sendo criada em parceria com a FCL [Faculdade de Ciências e Letras] da Unesp; talvez seja a única de Governo Municipal do País com essa característica de funcionar em parceria com um curso de Administração Pública de uma universidade pública. Isso é singular e será feito um esforço importante de mantermos essa sinergia entre os fazeres administrativos e a lógica de reflexão acadêmica”, avalia Pires.

 

registrado em: ,