Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Maio / 28 / Investigação iniciada pela Guarda Municipal leva homem à prisão por veículo clonado

Segurança

Investigação iniciada pela Guarda Municipal leva homem à prisão por veículo clonado

Homem de 49 anos foi preso em flagrante no sábado (25), pela Polícia Militar, depois que câmeras da central de monitoramento da Guarda Municipal flagraram movimentações suspeitas
foto05 Central de monitoramento da Guarda Municipal fiscaliza principais pontos da cidade com câmeras 29jan18 Celso Luís Gallo.JPG

 

 


Uma investigação que começou na central de monitoramento da Guarda Municipal levou um homem à prisão por receptação e por adulteração de placa automotiva na madrugada de sábado (25), na Vila Harmonia, em Araraquara.

Pela análise das imagens das câmeras inteligentes e pelas denúncias recebidas, havia a suspeita de que um motorista estaria trafegando pelas ruas da cidade com um veículo de placa clonada. Diversas multas e infrações tinham sido enviadas ao proprietário do veículo com a placa verdadeira, o que despertou o alerta.

“Nossa central de monitoramento possui câmeras inteligentes nas entradas e saídas da cidade, e ali são feitas análises das passagens dos veículos. Por meio dessa análise e de denúncias, descobrimos que um veículo possivelmente seria clonado. Esse veículo passava frequentemente em uma dessas câmeras. Entramos em contato com o proprietário do veículo, que reside em outro município, e ele disse ‘não, o meu carro está aqui’. No mesmo horário, o carro com mesma placa passava na câmera aqui em Araraquara”, explica o secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior.

A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária foram informadas pela Guarda Municipal sobre a possível irregularidade. Então, no sábado, a Polícia Militar fez a abordagem, constatou que a placa era clonada e ainda descobriu que o veículo era produto de furto.

“A pessoa pega um carro semelhante, com mesmo ano de fabricação, modelo, cor e marca, coloca placa igual e passa a transitar de forma irregular com ele. Ela toma multas, só que a cobrança vai no prontuário do real proprietário”, afirma o secretário.

“Foi um trabalho de inteligência da Guarda Municipal. Com base em todo o estudo que foi feito, baseado na rotina do veículo, foi possível essa prisão feita pela Polícia Militar”, explica João Alberto. “São vários veículos que a gente já conseguiu recuperar depois da investigação da nossa central”, conclui.

 

registrado em: ,