Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Março / 11 / Mesas temáticas pautam debates do Congresso de Democracia Participativa

Planejamento

Mesas temáticas pautam debates do Congresso de Democracia Participativa

Evento é uma realização da Prefeitura com apoio do Sesc, Unesp, Uniara e Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais; inscrições estão abertas no site da Prefeitura
congresso.jpg

 



O I Congresso Internacional de Democracia Participativa: Participação Popular e Economia Solidária, que acontece de 14 a 16 de março no Centro Internacional de Convenção, contará com quatro mesas temáticas, que trazem a presença de renomados especialistas e grupos de pesquisas de universidades nacionais e estrangeiras. O evento é uma realização da Prefeitura com apoio do Sesc, Unesp, Uniara e Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais, e as inscrições estão abertas no site da Prefeitura.

 



O congresso internacional tem como objetivo o debate, a reflexão e a troca de experiências entre poder público, sociedade civil organizada, universidades e demais instituições a respeito da participação popular e economia social e solidária na contemporaneidade.

As atividades do evento serão organizadas na forma de palestras, conferências, rodas de conversa, oficinas temáticas, atividades artístico-culturais e apresentações de artigos e painéis. O encontro também trará a Feira Regional de Economia Solidária, Criativa e da Agricultura Familiar.

A primeira mesa temática acontece no dia 15, às 9h, e traz como assunto ‘A economia solidária como estratégia de desenvolvimento social e participação popular’. Entre as presenças confirmadas estão a de Ana Umbelino, vereadora de Desenvolvimento Social, Cultura, Patrimônio Cultural e Turismo de Torres Vedras (Portugal), padre Vítor Melicias, coordenador do Centro Torrense de Estudos de Economia Social (Portugal), Sandro Pereira Silva, do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), e Leandro Pereira Morais, coordenador do Núcleo de Extensão e Pesquisa em Economia Solidária, Criativa e Cidadania da FCL (Faculdade de Ciências e Letras) da Unesp Araraquara e consultor da OIT (Organização Internacional do Trabalho). A coordenação da mesa ficará a cargo do prefeito Edinho.

No dia 16, às 9h, entra em discussão o tema ‘Novas formas democráticas de Estado e democracia participativa na gestão municipal’, também sob a coordenação do prefeito. Participam da mesa Carlos Bernardes, presidente de Torres Vedras, professor Milton Lahuerta, da FCL, Pedro Pontual, presidente honorário do Conselho de Educação Popular da América Latina, e Alexandre Padilha, deputado federal e ex-ministro da Saúde.

Na sequência, às 11h, acontece a mesa ‘Experiências e avaliações dos processos e instrumentos de participação popular’, coordenada pela secretária de Planejamento e Participação Popular de Araraquara, Maria José Scárdua. Participam Claudia Horta Ferreira, vereadora de Participação e Cidadania, Administração, Recursos Humanos e Tecnologias de Informação e Comunicação de Torres Vedras, professora Carla Gandini Giani Martelli, do Geppade (Grupo de Estudo e Pesquisa Participação e Democracia) da FCL, Claudia Pilar Lizárraga Aranibar, pesquisadora da Comunidade de Estudos Jaina e membro do Clacso, e Juan Wahren, coordenador do Grupo de Estudos Rurais e do Grupo de Estudos sobre Movimentos Sociais da América Latina.

Por fim, às 15h, será realizada a mesa ‘A organização da sociedade e os movimentos sociais’, sob a organização do coordenador de Participação Popular de Araraquara, Alcindo Sabino. Participam professor Henrique Carmona Duval, da UFSCar e do Nupedor (Núcleo de Pesquisa e Documentação Rural) da Uniara, Preto, da Cufa (Central Única de Favelas), Kelli Mafort, do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), Anderson da Silva, do MNCR (Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis), Leonardo Pinho, presidente da Unisol Brasil, do Conselho Nacional de Direitos Humanos e da Abrasme (Associação Brasileira de Saúde Mental), Buiu, da Unas Heliópolis (União de Núcleos e Associações dos Moradores de Heliópolis e Região), Manoel Del Rio, da FLM (Frente de Luta por Moradia), Luciano Pizzone, da Feara (Federação das Entidades do Terceiro Setor de Araraquara), Grasiela Lima, do projeto Promotoras Legais Populares e Coletivo Bennu, e Coletivo RolêFeira.

O Congresso de Democracia Participativa é aberto a toda a população, e tem foco em professores, pesquisadores, alunos de graduação e pós-graduação, técnicos de entidades e organizações da sociedade civil, participantes de movimentos sociais e de conselhos municipais, e trabalhadores de empreendimentos da economia solidária (cooperativas, associações, grupos informais).

Abertura

A conferência de abertura do evento, ‘Brasil-Portugal: Democracia em perspectiva’, acontece no dia 14, às 20h, e terá a participação do prefeito Edinho, do sociólogo Jessé de Souza e do professor Jorge de Sá.

Jessé de Souza é sociólogo, professor titular da Universidade Federal do ABC e presidente do Ipea de 2015 a 2016. É autor de livros e artigos sobre teoria social, pensamento social brasileiro e estudos teórico-empíricos sobre desigualdade e classes sociais no Brasil contemporâneo.

Jorge Sá é professor catedrático da Universidade Lusófona de Lisboa, membro de comitês científicos de revistas científicas internacionais da área da economia social, presidente do Ciriec (Centro Internacional de Pesquisa e Informação sobre Economia Pública Social e Cooperativa) Portugal e do Ciriec Internacional, e vice-presidente da Assembleia Geral da Confederação Portuguesa da Economia Social.

registrado em: ,