Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Março / 15 / Abertura de congresso internacional debate papel da democracia e da economia solidária

Trabalho

Abertura de congresso internacional debate papel da democracia e da economia solidária

Mesa de debates contou com prefeito Edinho, sociólogo Jessé de Souza e professor português Jorge de Sá; mais de 700 pessoas participaram do evento no Centro Internacional de Convenção
IMG_8553.JPG

 



A importância da democracia e da economia solidária foram debatidas pela conferência de abertura "Brasil-Portugal: democracia em perspectiva", que deu início ao 1° Congresso Internacional de Democracia Participativa, no Centro Internacional de Convenção, na noite de quinta-feira (14). Mais de 700 pessoas fizeram credenciamento e participaram da atividade.

A mesa contou com apresentações do sociólogo Jessé de Souza, que foi presidente do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) entre 2015 e 2016, e do professor português Jorge de Sá, doutor em Gestão, professor catedrático da Universidade Lusófona de Lisboa e investigador na Universidade Autônoma de Lisboa. A mediação foi do prefeito Edinho.

Em sua fala, Jessé fez um retrospecto da história do Brasil e opinou sobre o cenário atual da nossa democracia. Já o professor Jorge de Sá focou nas experiências de economia solidária ao redor do mundo, apresentando pesquisas e estudos. Uma em cada seis pessoas do mundo é integrante de cooperativa, segundo o professor.

Participação
Antes da mesa de debates, diversas autoridades participaram da solenidade de abertura do congresso. "Falar sobre a democracia e a economia solidária, nesse momento histórico, é muito importante e necessário. A sociedade cansou de 'ficar na arquibancada' e quer 'entrar em campo' para participar do jogo”, disse o prefeito Edinho.

"O modelo de democracia representativa clássica faliu. Um novo modelo precisa ser construído, e essa tarefa será coletiva. Assim como um novo modelo de distribuição de riqueza precisa ser incentivado, tendo os valores da economia solidária como parâmetros", complementou o prefeito.

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras (Portugal), Carlos Bernardes (que, dentro do sistema político local, exerce a função de prefeito), enalteceu a função da democracia e da participação popular. "E nada melhor que um congresso Internacional como este", declarou.

Representando a Câmara Municipal, o presidente da Casa, Tenente Santana (MDB), demonstrou o apoio do Legislativo ao evento. "A Câmara tem grande honra em participar. Teremos um leque grande de oportunidades de aprendizado", disse.

A deputada estadual Márcia Lia (PT) também destacou o papel do evento. "É um congresso fundamental no momento em que nós vivemos. Parabéns a todos da organização."

Também compuseram a mesa de autoridades o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto; o diretor da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp Araraquara, Cláudio Paiva; Vera Botta, representando o reitor da Uniara, Luiz Felipe Cabral Mauro; Cláudia Aranibar, representando a Clacso (Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais); e a presidente da Cooperativa Acácia de Catadores de Materiais Recicláveis de Araraquara, Helena Francisco da Silva. Diversos vereadores, secretários, representantes de instituições, de conselhos municipais e outras autoridades também compareceram ao evento.