Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Outubro / 01 / Daae presta contas do 2º quadrimestre de 2019 na Câmara

Jurídico

Daae presta contas do 2º quadrimestre de 2019 na Câmara

Autarquia empenhou R$ 18,725 milhões, sendo os principais investimentos em substituição de redes antigas, a construção do poço no São Rafael e a recuperação da ETE
71271737_2409188732463336_914018183604600832_n.jpg

 

 

O superintendente do Daae, Donizete Simioni, e o gerente de Finanças da autarquia, Ronaldo Venturi, participaram de audiência pública de prestação de contas referentes ao segundo quadrimestre de 2019, realizada no plenário da Câmara Municipal, na noite de segunda-feira (30). O evento foi conduzido pelo presidente da Comissão de Justiça, Legislação e Redação, o vereador Paulo Landim, com a participação do 1° secretário, o vereador Lucas Grecco.

De acordo com a lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), os órgãos de administração pública direta e indireta, devem demonstrar e avaliar o cumprimento das metas fiscais de cada quadrimestre, anualmente, nos meses de maio, setembro e fevereiro.

Segundo o balanço das receitas e despesas da autarquia, nos primeiros oito meses de 2019, o Daae arrecadou R$ 85,113 milhões decorrentes, principalmente, da prestação de serviços de esgoto e abastecimento de água. Já as despesas, neste mesmo período, totalizaram R$ 84,513 milhões. No quesito investimentos, a autarquia empenhou R$ 18,725 milhões, sendo os principais a substituição de 6,3 km de redes antigas, a construção do Centro de Produção e Reservação no São Rafael e a recuperação da Estação de Tratamento de Esgoto de Araraquara.

Em relação à situação financeira do DAAE, o saldo em caixa em 31/08/2019 era de R$ 17,69 milhões, distribuídos em: R$ 12,71 milhões de recursos próprios; R$ 3,66 milhões de recursos do Fundo de Saneamento Básico; R$ 710 mil de recursos do Fundo Ambiental; R$ 188 mil de recursos do Fundo Social; R$ 256 mil de recursos vinculados aos convênios Fehidro; e R$ 162 mil de recursos de caução depositadas para garantias de contratos.

Além disso, foram apresentados os investimentos previstos para o 3º Quadrimestre que no montante de R$ 5,3 milhões, com destaques para a Estação Elevatória de Esgotos do Parque São Paulo, a construção de 03 Pontos de Entrega de Volumosos (bolsões, a recuperação do sistema de tratamento da ETA Fonte e a Revitalização do Parque do Basalto.

“A previsão é que o investimento do ano chegue a R$ 25 milhões, o que representará 18% do orçamento”, afirmou Simioni.

A audiência contou ainda com a presença dos diretores Ada Salmazo (Administrativa-Financeira), José Braz Scognamiglio (Técnico-Operacional) e dos gerentes Alexandre Pierri (Controle de Perdas), José Roberto Meciano (Redes de Água e Esgotos), Rogério do Prado (Engenharia), Cícero Rocha (Manutenção Eletromecânica), Fernando Lourencetti (Planejamento Estratégico), José Luiz Cunha (Tecnologia da Informação), Agamemnon Brunetti (Resíduos Sólidos) e Maycon Roger (Procuradoria).

 

registrado em: ,