Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2019 / Setembro / 26 / FIDA inova com atividade de Economia Criativa para artistas e artesãos

Cultura

FIDA inova com atividade de Economia Criativa para artistas e artesãos

O iraniano Khosro Adibi coordena a oficina de “Geração de Trabalho e Renda com Arte” durante o Festival Internacional de Dança de Araraquara, em uma inédita parceria com a Coordenadoria do Trabalho e de Economia Criativa e Solidária
foto02 Oficina de geração de trabalho e renda para jovens da Economia Criativa e Solidária 23set19 Tetê Viviani.jpg

 

A minirresidência “Geração de Trabalho e Renda com Arte”, com o iraniano naturalizado holandês Khosro Adibi, será finalizada nesta sexta-feira, 27 de setembro. A atividade da programação do FIDA – Festival Internacional de Dança de Araraquara é uma parceria com a da Coordenadoria do Trabalho e de Economia Criativa e Solidária.

A atividade gratuita, realizada nas tardes desta semana na Casa da Cultura Luís Antonio Martinez Corrêa, contou com a participação de artistas de diversos segmentos que irão receber o certificado da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

A Economia Criativa, com a ênfase na participação dos artistas e artesãos, foi um diferencial na programação do FIDA deste ano e a participação de Khosro Adibi, artista internacionalmente conhecido, veio a somar com as possibilidades da Dança.

Camila Capacle, coordenadora municipal do Trabalho e Economia Solidária, lembra que a oficina de “Geração de Trabalho e Renda com Arte” é uma importante iniciativa para trazer ferramentas a artistas e artesãos sobre a Economia Criativa, sobre como empreender e gerar renda a partir da arte e de negócios criativos. “Queremos qualificar e gerar melhores oportunidades de trabalho para o mercado criativo em Araraquara”, aponta a coordenadora.

“É uma atividade pensada para contemplar a diversidade das linguagens artísticas em Araraquara, já que o Khosro tem muita experiência em formação de redes e já trabalhou com isto em muitos países”, aponta Gilsamara Moura, curadora do FIDA. “É uma residência para refletir sobre a economia alternativa e impulsionar projetos, por meio de alternativas solidárias e viáveis, fazendo a circulação de projetos, com foco no que já existe, na força da criação e do coletivo”.

Um público variado, composto por jovens e adultos, participa da atividade esta semana. “Todos unidos, pensando juntos essas possibilidades de redes e de fazer acontecer”, finaliza Gilsamara.

foto01 Oficina de geração de trabalho e renda para jovens da Economia Criativa e Solidária 23set19 Tetê Viviani.jpg

Vale destacar que Khosro Adibi é o idealizador do Projeto Fronteras, em Matão, na Casa Pipa – um projeto bastante independente e produtivo que trabalha com artistas do mundo inteiro. Khosro ainda coordena projetos socioambientais, artísticos e educacionais na Europa e em toda a América Latina e, além disso, tem uma carreira dedicada à área de dança experimental, teatro, performance e intervenção artística. O artista estudou na School for New Dance Development, em Amsterdam, e também na School for Fine Arts, em Utrecht – ambas na Holanda; e atua em grandes centros culturais da Europa, como PARTS, Les Ballets C. de la B., Maguy Marin, Cullberg Ballet – entre outros.

A programação do FIDA segue até domingo, 29 de setembro, totalmente gratuita, com espetáculos e atividades de formação. A programação completa pode ser conferida no site e redes sociais da Prefeitura de Araraquara.

registrado em: ,