Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Abril / 02 / Centro de Referência do Autismo está pronto e será aberto em breve

Notícias

Centro de Referência do Autismo está pronto e será aberto em breve

Prefeito Edinho e equipe de Saúde visitaram o local nesta quinta (2), Dia Mundial de Conscientização do Autismo; inauguração precisou ser adiada devido à pandemia da Covid-19
foto02 Prefeito Edinho e equipe de Saúde visitam Centro de Referência do Autismo 02abr20 Celso Luís Gallo.jpg

 

As obras do Centro de Referência do Autismo estão concluídas e serão entregues em breve para a população, informou o prefeito Edinho nesta quinta-feira (2), Dia Mundial de Conscientização do Autismo.

Acompanhado da equipe de Saúde, o prefeito visitou o local e lembrou que a inauguração seria nesta semana, em função das atividades de sensibilização sobre o tema, mas precisou ser adiada devido à pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus — eventos que causem aglomeração de pessoas estão suspensos para frear a disseminação do vírus.

“O espaço está pronto, mas está vazio, porque tem que ficar vazio. Nós precisamos que as pessoas fiquem em casa. As pessoas em casa são a nossa melhor arma de enfrentamento ao coronavírus. O espaço seria inaugurado hoje [quinta], mas não será inaugurado. Espero que, em breve, a gente esteja com esse espaço lotado de crianças, de adolescentes, de pessoas que procurem esse centro de referência e necessitem das políticas públicas”, disse Edinho em transmissão pelas redes sociais.

 



O prefeito ainda agradeceu aos pais e mães de pessoas autistas que procuraram a Prefeitura sugerindo a criação do centro de referência. “É o primeiro Centro de Referência do Autismo público do Brasil. Agradeço muito à mobilização das mães, dos pais, dos amigos que pautaram essa agenda para nossa administração. Criamos um grupo de trabalho que elaborou todo o projeto desse centro”, afirmou.

Acompanharam a visita a secretária de Saúde, Eliana Honain; o coordenador de Atenção Especializada, Edison Rodrigues Filho; o gerente de Reabilitação, Luiz Garlippe; e a assessora de Políticas para a Pessoa com Deficiência, Elisa Santos.

Sobre o espaço
O Centro de Referência do Autismo vai assegurar um novo modelo para atendimento integrado e multidisciplinar aos autistas de Araraquara e da microrregião. A sede fica no Jardim Dom Pedro I, ao lado do Centro de Especializado em Reabilitação Dr. Eduardo Lauand, que será responsável pela gestão do espaço e é vinculado à Secretaria Municipal da Saúde.

 



O local conta com salas de atendimento multiprofissional nas áreas de psicologia, terapia ocupacional, fonoaudiologia e neurologia, contemplando consultórios para atendimento individual e em grupo, sala de reunião, recepção e banheiros. O investimento foi de cerca de R$ 260 mil, com recursos do Ministério da Saúde.

O Centro de Referência é resultado de projeto elaborado por grupo de trabalho instituído em abril de 2017, que reúne representantes das secretarias municipais de Saúde, Assistência e Desenvolvimento Social, Educação e Planejamento e Participação Popular, além da sociedade civil organizada. O vereador Roger Mendes (Progressistas) também participou de todo o processo.

O local leva o nome de Aldo Pavão Júnior (Lei nº 9.718, de 11 de setembro de 2019), falecido em 10 de fevereiro de 2018, aos 57 anos. O homenageado nasceu em Araraquara, trabalhou no Teatro Municipal, na Casa da Cultura e no Procon, tendo atuado também no Centro de Referência da Mulher, no Centro Afro e no Centro de Referência LGBTQIA+. Aldo era advogado e auxiliou na elaboração do estatuto da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Araraquara (Ampara).

Autismo


O TEA (Transtorno do Espectro Autista) é caracterizado por dificuldades na socialização, na comunicação e no comportamento e é mais comum em meninos. A condição afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 2 milhões somente no Brasil.

O transtorno se manifesta de formas diferentes em cada pessoa, variando de mais leve a mais grave, sendo possível trabalhar medidas que proporcionam um grande avanço na inclusão social e na melhoria da qualidade de vida. As causas do autismo são desconhecidas e não existe cura, mas, quando diagnosticado precocemente, há mais chances de melhora do quadro e desenvolvimento da criança.
registrado em: , ,