Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Janeiro / 15 / Nota - Araraquara está preparada para enfrentar as fortes chuvas

Segurança

Nota - Araraquara está preparada para enfrentar as fortes chuvas

Ações são realizadas por meio do Plano de Contingência ‘Operação Chuvas de Verão 2019-2020’, que envolve diversos órgãos da cidade

 

 

A Prefeitura esclarece que mantém o monitoramento de pontos críticos de alagamento na cidade de Araraquara, incluindo a região da Via Expressa (Rua Maria Antônia Camargo de Oliveira), que sofreu com as intensas chuvas que atingiram todo o estado de São Paulo no final da tarde de domingo (12).

O monitoramento é feito por meio do Plano de Contingência ‘Operação Chuvas de Verão 2019-2020’, que começou a vigorar em dezembro do ano passado. O objetivo é justamente agilizar as respostas a ocorrências envolvendo fortes chuvas. O plano aponta os seis pontos críticos prioritários de alagamento na cidade, localizados na região da Via Expressa com a Avenida Domingos Zanin, próximo córrego do Ouro; na Via Expressa com Rua Miguel Cortez; na Via Expressa sob o Terminal de Integração; na Estrada Abílio Augusto Côrrea, na ponte sobre o córrego do Ouro; na Rua Padre Manoel da Nóbrega com a Avenida Mário Zampieri, no acesso à fábrica Nestlé; na Rua Napoleão Selmi Dei, na rotatória da captação de água das Cruzes, e na Avenida Padre José de Anchieta, no Córrego do Ouro.

No último domingo, o volume de chuva de 76 milímetros foi acima do normal registrado na região e superior aos 60 mm considerados pelo Plano de Contingência como condição para encher as galerias pluviais e provocar alagamentos.

Tão logo foi detectada a grande precipitação pluviométrica na cidade, órgãos da Prefeitura, entre agentes de trânsito e guardas municipais, e instituições que participam do Plano, entre elas o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil Estadual, rapidamente iniciaram ações visando a preservação da vida, redução de danos e o restabelecimento da normalidade.

Na região da Via Expressa, na Avenida Domingos Zanin, próximo ao Córrego do Ouro, onde já existem placas alertando sobre o risco de alagamento, imediatamente foram instalados cavaletes para interdição do tráfego de veículos e pedestres evitando, com isso, ocorrências graves.

Ninguém se feriu no local e nenhum dano relevante ao patrimônio público e privado foi verificado, por conta da resposta rápida dos agentes que atuam para a aplicação do Plano de Contingência. Desde a manhã de segunda-feira (13), as equipes trabalham em vários bairros, fazendo reparos no asfalto e na limpeza das vias, transtornos comuns causados pela chuva forte.

Vale acrescentar que a Avenida Maria Antônia Camargo de Oliveira, a Via Expressa, receberá estrutura metálica de proteção, os chamados guard rails ou defensas metálicas, a partir da segunda quinzena de fevereiro, no trecho que margeia o córrego do Ouro, na altura do Terminal Rodoviário. O processo licitatório para contratação de empresa especializada no fornecimento e instalação da estrutura foi homologado, no último dia 6 de janeiro e a expectativa é que o serviço comece na segunda quinzena de fevereiro. O contrato, no valor global anual de aproximadamente R$ 2,5 milhões, prevê adequação e manutenção da sinalização horizontal e vertical naquele trecho, além dos elementos de segurança viária, incluindo fornecimento e instalação das defensas metálicas.

registrado em: