Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Julho / 1 / Canal Direto Especial Coronavírus - Ações da Assistência e Desenvolvimento Social

Social

Canal Direto Especial Coronavírus - Ações da Assistência e Desenvolvimento Social

canal Direto_ Jacqueline Garcia.jpeg

Entidades de acolhimento de idosos recebem R$ 34,5 mil para compra de EPIS e material de higiene e limpeza

 

 

Com a pandemia e o frio, também foram intensificadas as ações da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, especialmente com moradores em situação de rua

 

 

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, por meio de parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, está destinando R$ 34,5 mil para as três instituições de acolhimento de idosos do município – a Vila Vicentina, o Lar Otoniel de Camargo e o Lar São Francisco de Assis.

Mais essa ação de enfrentamento da Covid-19, com foco ao público idoso, foi confirmada pela secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa, na última quarta-feira (1º de julho), em entrevista ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura – Especial Coronavírus’, no Facebook da Prefeitura.

De acordo com a secretária, estes recursos serão empregados na compra de EPIs e de material de higiene e limpeza.

Ainda durante o programa, Jacqueline Barbosa atualizou o balanço das ações da Rede de Solidariedade do Município, criada em março pela Prefeitura por causa da pandemia de Coronavírus que agravou a crise econômica e social das famílias em vulnerabilidade do município.

Ela destacou que a chegada do inverno e a pandemia intensificam as ações da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, em Araraquara, especialmente com moradores em situação de rua. Uma equipe do Seas (Serviço Especial de Abordagem Social) da Secretaria atua junto a essa população, oferecendo serviços de acolhimento e acompanhamento.

 

Mesmo se uma pessoa em situação de rua não aceita os serviços oferecidos pela Prefeitura, a equipe fornece máscaras e cobertores e continua monitorando a situação.

 

Atualmente, cerca de cem pessoas em situação de rua estão acolhidas em Araraquara através da Rede de Políticas de Assistência, que envolve a Casa Transitória e as entidades Sacrário de Amor e São Pio. “O principal objetivo é propiciar a essa população a saída da rua e o restabelecimento dos vínculos com sua rede familiar e comunitária”, explicou Jacqueline.

 

Vale destacar que cerca de 80% dessas pessoas são do sexo masculino, com idades variando entre 30 e 50 anos, e uma parte é itinerante, vinda de outras cidades.

 

A secretária enfatizou que os serviços da sua Pasta são prestados diariamente e que a comunidade araraquarense também pode colaborar ligando para a Casa Transitória (3336-7510) e solicitar o atendimento para moradores em situação de rua.

 

 

Balanço

 

Desde o final de março, já foram entregues mais de cinco mil cestas básicas na cidade, via Rede de Solidariedade, para pessoas e famílias em condição de vulnerabilidade econômica.

 

Jacqueline Barbosa ressaltou a importância dos gestos de solidariedade demonstrados pela população de Araraquara, que em três meses já doou cerca de 80 toneladas de alimentos e 13 mil itens de produtos de higiene pessoal e de limpeza, incluindo várias campanhas.

 

Quem precisar da Rede de Solidariedade ou quiser se tornar voluntário pode ligar para o 0800-773.1145, que atende todos os dias das 8h às 18h, mesmo nos fins de semana e feriados.

 

registrado em: ,