Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Junho / 15 / Plataforma fará atendimento virtual por WhatsApp a pacientes com sintomas da Covid-19

Saúde

Plataforma fará atendimento virtual por WhatsApp a pacientes com sintomas da Covid-19

Dúvidas e orientações poderão ser consultadas com profissionais de saúde diretamente pelo celular; serviço é parceria da Prefeitura com a EloGroup e o Instituto Votorantim
whatsapp_saúde.jpg

 

 

 

Uma parceria entre a Prefeitura, a empresa de consultoria EloGroup e o Instituto Votorantim está trazendo para Araraquara um serviço online para atendimento a pacientes com sintomas da Covid-19 e para acolhimento em casos de saúde mental.

Essa assistente virtual, chamada de Bela, começa a funcionar pelo WhatsApp a partir desta segunda-feira (dia 15), no (11) 95474-2762. O morador de Araraquara só precisa adicionar esse número em sua lista de contatos e mandar uma mensagem, como um “oi” (não é para telefonar, mas apenas mandar mensagem no WhatsApp). Respostas automáticas irão guiar e orientar o paciente.

No caso da Covid-19, o atendimento terá três fases: virtual (automatizada), de teleatendentes (profissionais da rede de saúde) e de teleconsultas com médicos. O paciente poderá tirar dúvidas sobre a doença, sobre a prevenção e relatar os próprios sintomas à Bela, que dará orientações e fará o acompanhamento do caso. Se necessário, profissionais de saúde poderão prescrever medicamentos ou recomendar que a pessoa procure uma unidade de saúde.

“É uma tecnologia a partir do Instituto Votorantim e que vem agregar aos serviços já prestados pela Prefeitura em relação à Covid-19, como o nosso 0800 do Disque Saúde. Hoje se faz muita coisa pelo WhatsApp. O paciente poderá ter orientação e teleatendimento”, afirma o coordenador de Atenção Especializada da Secretaria de Saúde, Edison Rodrigues Filho.

Já o atendimento relacionado à saúde mental terá início nesta terça-feira (16), será feito virtualmente e por teleatendentes da rede municipal que já lidam com esse trabalho no dia a dia da Secretaria de Saúde. O horário é das 8h às 12h e das 14h às 18h.

“Nós vamos reutilizar nessa plataforma o nosso próprio pessoal que já trabalha nos plantões de atendimento, com nossa equipe de médicos, enfermeiros, psicólogos e atendentes”, ressalta Edison.

Ao contrário do atendimento virtual, as teleconsultas com a equipe médica só devem ser iniciadas a partir da próxima semana.

“A Bela vai perguntar os sintomas e o paciente será classificado em níveis de cuidados, além de responder um cadastro para monitoramento. A triagem perguntará os sintomas básicos e passará para o teleatendimento”, explica Gabriela Vieira Alves, consultora da EloGroup.

A consultora ressalta que estados como Alagoas e Ceará, além da cidade de Muriaé/MG, são exemplos de locais que já utilizaram a plataforma Bela para o atendimento virtual de pacientes com sintomas do novo coronavírus.

O funcionamento virtual da Bela é 24 horas por dia, ou seja, responderá o paciente a qualquer momento. Já o teleatendimento e as teleconsultas com os médicos terão horário das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, apenas em dias úteis (exceto feriados).

 

registrado em: , ,