Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Junho / 16 / Boletim Diário do Comitê de Contingência do Coronavírus – nº 93 – 16 de junho de 2020

Saúde

Boletim Diário do Comitê de Contingência do Coronavírus – nº 93 – 16 de junho de 2020

boletim 16_06.jpg

 

 

O Comitê de Contingência do Coronavírus Araraquara, instituído por Decreto Municipal, se reuniu nesta terça-feira, dia 16 de junho, para novas deliberações sobre as medidas de combate à transmissão da Covid-19.

 

Foi publicado hoje, nos Atos Oficiais do Município, o novo decreto municipal que prorroga a quarentena em Araraquara até o dia 30 de junho. Tomando como base o Plano São Paulo do Governo do Estado, fica reduzido para quatro horas diárias o atendimento presencial dos setores econômicos não essenciais.

 

No caso do comércio de rua e no setor de serviços, o horário presencial passa a ser das 12h às 16h, de segunda a sexta, e aos sábados, das 10h às 14h, com obrigatoriedade de desinfecção total do estabelecimento antes e depois da abertura ao público.

 

Shoppings centers seguem a regra geral do comércio, mas possuem alternativa de horário de funcionamento presencial dos estabelecimentos: entre as 12h e às 16h ou entre as 16h e as 20h (fica a critério do lojista).

 

Bares, restaurantes e lanchonetes não poderão atender presencialmente no período noturno. Serão apenas quatro horas diárias, contínuas ou não, com o horário limite das 19h de segunda a sábado e das 16h aos domingos.

 

Já em relação aos postos de combustível, atendendo a um pedido da própria categoria, o funcionamento volta a ser de segunda a sábado, inclusive feriados, das 7h às 19h, com fechamento aos domingos. Postos em rodovias não têm restrições de horários.

 

Vale lembrar que o atendimento remoto (por delivery, por drive thru e retirada na porta) está liberado sem qualquer restrição de horário tanto para o comércio quanto para bares, restaurantes e lanchonetes. Os novos horários se referem apenas ao atendimento presencial.

 

O documento da Prefeitura também obriga os estabelecimentos a afixarem, em suas portas, a informação do horário de atendimento presencial, do número máximo de pessoas permitido (que consta em anexo no decreto) e dos telefones para atendimento remoto.

 

As demais regras de higienização e distanciamento social entre os clientes seguem as determinações do decreto anterior, como uso obrigatório de máscaras, mesas separadas por dois metros de distância, fornecimento de álcool gel, controle de filas, controle de fluxo de pessoas no interior do estabelecimento, entre outras medidas.

 

O Comitê ressalta que setores que não fazem parte da fase 2 do Plano São Paulo, que são salões de beleza, academias, bares, restaurantes e similares, deverão seguir normas de funcionamento mais rígidas, a partir deste decreto municipal.

 

O decreto municipal, que vale até o dia 30 de junho, foi construído a partir de muito diálogo com representantes dos setores econômicos envolvidos e autoridades sanitárias.

 

O Comitê continua com estudos permanentes sobre o avanço dos casos de Coronavírus em Araraquara, incluindo o acompanhamento permanente da ocupação dos leitos de UTI na cidade e região, e essas avaliações diárias vão nortear as revisões futuras da flexibilização das atividades econômicas.  

 

Cabe à população se conscientizar. Com o aumento de pessoas circulando, o risco de contaminação pela Covid-19 é muito maior. A orientação é isolamento social. Quem precisar sair deve usar máscara e higienizar frequentemente as mãos.

 

 

 

SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE

Araraquara recebeu ontem, dia 15 de junho, dez respiradores eletrônicos enviados pelo Governo do Estado para atendimento de pacientes com a Covid-19. A entrega foi feita com escolta do 3º Batalhão de Choque da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Esses equipamentos chegaram ao Hospital da Solidariedade (hospital de campanha), onde estão sendo instalados no setor da UTI.
Ao todo, a região recebeu 21 respiradores do Governo do Estado. Além dos dez de Araraquara, também receberam São Carlos, Taquaritinga e Américo Brasiliense.

O Hospital da Solidariedade possui 51 leitos para atendimento exclusivo de pacientes com a Covid-19, sendo 20 de UTI e 31 de enfermaria. Esses pacientes são encaminhados pelo polo de triagem instalado na UPA da Vila Xavier (nove leitos UTI e 19 de enfermagem), que é o local para onde deve se dirigir qualquer morador com sintomas da doença.

 

BALANÇO DA REDE DE SOLIDARIEDADE

 

Conforme balanço divulgado semanalmente, a Rede de Solidariedade do Município arrecadou, de 25 de março a 15 de junho, 60.402 quilos de alimentos. Neste período, no total, foram entregues 4.392 cestas a famílias em situação de vulnerabilidade.

 

Elas foram distribuídas no território da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, nos CRAS Cruzeiro do Sul (que também está atendendo o público do CRAS Cecap), CRAS São Rafael (que também está atendendo o público do CRAS Maria Luiza) e CRAS Yolanda Ópice (que também está atendendo o público do Parque São Paulo). Além destes, desde o último dia 8 de junho também voltaram a atender os CRAS Hortênsias, Selmi Dei, Vale do Sol e Vale Verde.

 

As 4.392 cestas foram entregues por meio dessas unidades e também através do Fundo do Fundo Social de Solidariedade.

 

Também foram arrecadados 19.005 itens de limpeza e higiene pessoal, destinados em 2.474 kits.

 

Foram doados ainda 4.537 litros de leite.

 

A demanda da Rede de Solidariedade também conta com os programas municipais de proteção social, incluindo o PMAIS, PIIS, Bolsa Cidadania, Apoiadores da Dengue e do Coronavírus e do Jovem Cidadão, além das cestas de alimentos estocáveis e kits de hortifrutigranjeiros da alimentação escolar, por iniciativa da Secretaria Municipal da Educação.

 

No primeiro e no segundo ciclos de entrega, a Educação distribuiu 2.710 cestas de estocáveis, no terceiro ciclo foram 3.382 cestas e no quarto ciclo, que está tendo início hoje, dia 16, serão distribuídas mais 1.435 cestas de estocáveis.  Além das cestas de estocáveis, quase 3 mil kits de hortifritigranjeiros também  já foram entregues a famílias de alunos matriculados na rede municipal. 

 

Em dinheiro, a conta corrente da Rede de Solidariedade tem hoje R$ 5.982,01. Já foram utilizados, desta conta, R$ 2.926,90 para adquirir itens e complementar cestas que foram entregues. O saldo atual é de R$ 3.055,11.

 

As famílias são atendidas mediante avaliação feita pelas equipes de assistência quanto à questão da ausência de renda ou se já são atendidos pelos programas municipais do município. A prioridade da Rede são os idosos, as pessoas com doenças crônicas e os desempregados.

 

A Rede de Solidariedade do Município funciona pelo telefone

0800-773-1145, que recebe ligações das 8h às 18h, todos os dias, inclusive nos finais de semana. A Prefeitura também possui duas contas correntes para doações da população. Todos os dados estão no site da Prefeitura.

 

No último fim de semana, foi realizado o Dia D Doação, cujo balanço está sendo fechado junto às quase 40 instituições participantes e será divulgado nos próximos dias.

 

Também estão sendo programadas novas ações solidárias que serão realizadas no próximo fim de semana. A programação será divulgada no site e nas redes sociais da Prefeitura.

 

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA

 

Araraquara registrou mais 48 casos confirmados de Coronavírus nesta terça-feira, dia 16 de junho. Portando, o município possui hoje 609 casos notificados da doença. Aguardam resultado de exames 87 amostras. Do total, 172 permanecem em quarentena e 430 já saíram.

 

Hoje, 24 pacientes estão internados. Destes, 13 estão em enfermaria – 5 suspeitos e 8 casos confirmados. E 11 pacientes estão internados em UTI – 3 suspeitos e 8 confirmados.  Do total de 24 internados, 21 são moradores de Araraquara e 3 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

 

Foram notificados, até o momento, 7 óbitos confirmados decorrentes de Coronavírus e 2 óbitos suspeitos. Um deles é um homem de 78 anos, com comorbidades. O outro caso é uma mulher de 63 anos, com comorbidades, que estava internada e faleceu ontem. Ambos aguardam resultados de exames.

 

Destacamos que os casos suspeitos e confirmados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pela Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.

  
Todos os dados e estatísticas sobre os bairros com casos confirmados podem ser consultados em link disponibilizado pela Prefeitura.

(https://arcg.is/neO5H)

 

As informações oficiais sobre o enfrentamento do Coronavírus no município estão no site www.araraquara.sp.gov.br e nas redes sociais da Prefeitura – Instagram e Facebook.

registrado em: , ,