Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Maio / 20 / Secretaria da Saúde autoriza pesquisa do Ministério da Saúde com testes rápidos para Covid-19

Saúde

Secretaria da Saúde autoriza pesquisa do Ministério da Saúde com testes rápidos para Covid-19

O objetivo é submeter cerca de 33 mil pessoas de 133 municípios brasileiros ao teste rápido que detecta a presença de anticorpos no sangue
estudo-covid.jpg

 

 

 

A Secretaria Municipal de Saúde autorizou a realização em Araraquara da pesquisa financiada pelo Ministério da Saúde e coordenada pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e empresa Ibope Inteligência, que pretende analisar a evolução de casos da COVID-19 na população brasileira.

Na última quinta-feira (14), ainda sem comunicar oficialmente o município sobre a realização do estudo, equipes de pesquisadores estiveram em alguns bairros da cidade e abordaram moradores. Ao tomar conhecimento do fato, a Vigilância Sanitária abordou essas equipes, recolheu os materiais infectantes e interrompeu os trabalhos até que os responsáveis elucidassem o caso.

A liberação foi concedida somente após o envio de um ofício do Ministério da Saúde e do Ibope Inteligência explicando a proposta do trabalho. O ofício chegou por meio digital, no último domingo (17).

O objetivo, segundo o Ministério da Saúde, é submeter cerca de 33 mil pessoas de 133 municípios brasileiros ao teste rápido que detecta a presença de anticorpos IgM (de infecção mais recente) e IgC (de infecção mais antiga) a partir de amostras de sangue coletadas. As equipes que trabalham na pesquisa atuam nas ruas com o objetivo de esclarecer três questões sobre o vírus no Brasil: o número de infectados, a velocidade com que o vírus tem se espalhado e a taxa de letalidade da COVID-19 na região.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, se o resultado do teste der positivo, os profissionais entregam informativo com orientações ao positivado e repassam o contato do participante para a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, que ficará responsável por informar as secretarias de saúde locais para acompanhamento e suporte dos casos pelos serviços saúde. Essas 133 cidades foram escolhidas por serem municípios sede de cada sub-região intermediária do país, de acordo com critérios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Diante do esclarecimento, o estudo foi retomado e as equipes de pesquisadores do Ministério da Saúde e Ibope Inteligência já retornaram às ruas.

registrado em: , ,