Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Março / 30 / Guarda Municipal intensifica fiscalização do decreto de calamidade pública

Segurança

Guarda Municipal intensifica fiscalização do decreto de calamidade pública

Foram feitos 577 atendimento e, destes, foram 143 deslocamentos da GCM para o local da suposta irregularidade para averiguação, além de 5 contabilizados como apoio à Rede de Solidariedade
guarda municipal.jpg

 

 

A Secretaria de Cooperação dos Assuntos de Segurança, através da Guarda Civil Municipal e Agentes de Fiscalização de Trânsito, tem intensificado as ações de fiscalização do cumprimento do Decreto Municipal nº 12.236 de 23 de março, que reconhece no município o estado de calamidade pública, decorrente da pandemia do COVID-19, e determinou a suspensão de atividades do comércio e serviços não essenciais.

Os comerciantes que não cumprirem o decreto poderão ser multados e terão o alvará de funcionamento cassado. O valor da multa é de R$ 5.768,00, o que equivale a 100 Unidades Fiscais do Município (UFMs), cujo valor atual é R$ 57,68 a unidade. Os valores aumentam em casos de reincidência.

Da última terça-feira, dia 24 de março, quando teve início o período de quarentena em Araraquara, foram contabilizados 577 atendimentos relativos à fiscalização do Decreto Municipal de calamidade pública entre orientações e fiscalização no local da irregularidade. Desses, foram feitos 143 deslocamentos da GCM para o local da suposta irregularidade para averiguação, além de 5 contabilizados como apoio à Rede de Solidariedade (com entrega de mantimentos e medicamentos).

De acordo com o secretário municipal pelo Coronel João Alberto Nogueira Junior, não houve necessidade de elaboração de boletim de ocorrência.

Ele reafirma que os efetivos da Guarda Municipal e os Agentes de Fiscalização de Trânsito estão empenhados em orientar as pessoas que buscam informação. “Os servidores entenderam a importância desse momento e estão se esforçando muito no trabalho de orientação e fiscalização do decreto de calamidade pública”, declara o secretário municipal.

Qualquer cidadão pode realizar denúncia na Ouvidoria Geral do Município (Disque 156) e no canal telefônico da Guarda Civil Municipal (Disque 153).