Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2020 / Setembro / 20 / Boletim Diário do Comitê de Contingência do Coronavírus - nº 189 - 20 de setembro de 2020

Notícias

Boletim Diário do Comitê de Contingência do Coronavírus - nº 189 - 20 de setembro de 2020

20-09-SITE.png

 

O Comitê de Contingência do Coronavírus Araraquara, instituído por decreto municipal, vem a público neste domingo, dia 20 de setembro, para novas deliberações sobre as medidas de combate à transmissão da Covid-19.

 

Através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, o Comitê alerta a população, mais uma vez, para informações falsas que estão circulando nas redes sociais a respeito de cadastramento de famílias para distribuição de cestas básicas e de vale-alimentação.

 

O Comitê reforça que não existe nenhum cadastramento pela internet sendo realizada pela Prefeitura para distribuição de benefícios. 

 

A mesma ‘fake news’ vem circulando em diversas cidades do Brasil e as pessoas devem ficar atentas.  É importante excluir imediatamente a mensagem e desconsiderar qualquer solicitação de acesso a links ou a páginas nas redes sociais.

 

As pessoas que estiverem em situação de vulnerabilidade, precisando de cesta básica ou outro tipo de auxílio, devem procurar o Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência ou a sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social ou entrar em contato com a Rede de Solidariedade do Município, pelo telefone 0800-773-1145, que recebe ligações das 8h às 18h, todos os dias, inclusive nos finais de semana.

 

Qualquer informação oficial da Prefeitura é divulgada através do seu site, o www.araraquara.sp.gov.br

 

Queimadas

O Comitê vem a público também reforçar sobre os riscos à saúde que as queimadas urbanas oferecem, em especial diante da Covid-19, uma vez que as complicações respiratórias estão entre os principais problemas causados pelas queimadas e pelo novo Coronavírus. Além do dano ambiental, a fumaça proveniente dos incêndios prejudica a saúde de toda a população, especialmente crianças e idosos.

 

A lista de problemas provocados pelas queimadas é extensa. Os mais leves são tosse seca, dor e ardência na garganta, dificuldade para respirar, lacrimejamento e vermelhidão nos olhos, cansaço e dor de cabeça.

 

A fumaça também agrava doenças respiratórias prévias, como asma, bronquite e rinite, entre outras – em alguns casos, ela pode até mesmo desencadeá-las em indivíduos sadios. Problemas cardiovasculares, pneumonia, insuficiência respiratória e até risco de câncer também integram a lista dos malefícios causados pelas queimadas. Como consequência, unidades de emergência e serviços de saúde tendem a se sobrecarregar.

 

O Comitê alerta, ainda, que ao afetar o sistema respiratório, as partículas presentes na fumaça podem piorar o quadro de pacientes com Covid-19, levando a complicações mais sérias e até à morte.

 

Para amenizar os efeitos das queimadas na saúde são necessários alguns cuidados, como evitar a proximidade com incêndios, beber bastante água e manter os ambientes umidificados, com o uso de vaporizadores, bacias com água ou toalhas molhadas.

 

Vale destacar que as queimadas podem se configurar crime ambiental e são proibidas pelo Código de Posturas do Município. O ato é passível de multa e, se houver flagrante, quem ateia fogo pode responder criminalmente. Para denunciar, entre em contato pelo 0800-770-1595.

 

Situação Epidemiológica

 

Araraquara registrou mais 28 casos de Coronavírus neste domingo, dia 20 de setembro. Portanto, agora, são 3.926 casos confirmados na cidade.

Do total de confirmados, 185 permanecem em quarentena e 3.698 já saíram. Aguardam resultado de exames 121 amostras.

 

Hoje, 64 pacientes estão internados. Destes, 49 estão em enfermaria – 6 suspeitos e 43 confirmados. E 15 estão na UTI – 1 suspeito e 14 confirmados.  Do total de 64 internados, 57 são moradores de Araraquara e 07 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

 

Com relação às internações de todos os serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (público e privado), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 50% de leitos de enfermaria e 27% de UTI.

 

Na Santa Casa de Araraquara, a taxa de ocupação de leitos para Covid-19 está em 80% na enfermaria e 40% na UTI. No HEAB, Hospital Estadual de Américo Brasiliense, que atende toda a região central, a taxa de ocupação de leitos é de 90% na enfermaria e de 100% na UTI. O Hospital de Campanha tem hoje 24 pacientes internados, sendo 23 em enfermaria e 1 em UTI.

 

 Foram notificados, até o momento, 43 óbitos decorrentes de Coronavírus.

 

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.

 

Os dados sobre os bairros com casos confirmados e o perfil dos positivados podem ser consultados em link disponibilizado pela Prefeitura, em parceria com o grupo Urbie, Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana. (https://arcg.is/neO5H)

 

As informações oficiais sobre o enfrentamento do Coronavírus no município estão no site www.araraquara.sp.gov.br e estão sendo transmitidas numa página temporária da Prefeitura no Facebook, chamada Município de Araraquara.

 

Links:

Facebook: https://bit.ly/municipiodeararaquara

YouTube: www.youtube.com/prefeituradeararaquaraoficial