Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2021 / Janeiro / 21 / Com oito meses de funcionamento, Hospital de Solidariedade segue salvando vidas

Saúde

Com oito meses de funcionamento, Hospital de Solidariedade segue salvando vidas

Unidade conta com 50 leitos e atende pacientes com coronavírus desde maio do ano passado
hospital de campanha.jpeg

 

 

 

O Hospital de Solidariedade, implantado pela Prefeitura em maio do ano passado no Jardim Ártico, tem sido um importante aliado e retaguarda clínica do SUS (Sistema Único de Saúde) em Araraquara no enfrentamento ao coronavírus. Por lá, já passaram quase 700 pacientes.

Completando oito meses de funcionamento, o espaço construído com o objetivo de salvar vidas conta com 20 leitos de UTI e 31 de observação, e já registrou 624 internações na enfermaria e mais 34 na unidade respiratória, totalizando 658 pacientes atendidos.

Ao lado dos 20 leitos de enfermaria disponibilizados no Centro de Estabilização do Melhado, a unidade do Jardim Ártico vem atendendo pacientes de outras seis cidades da região.

Juntos, os dois locais contam com um contingente total de, aproximadamente, 150 funcionários comprometidos com a saúde da população. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, farmacêuticos e fisioterapeutas, além de técnicos de raio-x, auxiliares administrativos e pessoal de limpeza, entre outros profissionais da linha de frente no combate à Covid-19.

O Hospital de Solidariedade foi construído em pouco menos de 40 dias em um espaço de 2,5 mil metros quadrados para receber pacientes encaminhados pelo Polo de Atendimento Estratégico da UPA da Vila Xavier, que começou a funcionar em abril do ano passado e conta hoje com 9 leitos de UTI e 19 de retaguarda.

"Na contramão de outras cidades do Brasil, que optaram por fechar seus hospitais de campanha, Araraquara segue mobilizada na manutenção dos leitos emergenciais, especialmente diante do aumento dos casos de Covid-19", explica a secretária de Saúde, Eliana Honain.

De acordo com Eliana, a ativação do polo do Melhado em novembro – quando muitos municípios começaram a desativar seus hospitais de campanha – reforçou as ações locais de enfrentamento à doença.

O Centro de Estabilização do Melhado já soma 37 atendimentos e atua como unidade de retaguarda da UPA da Vila Xavier. O espaço conta com uma ala de atendimento à Covid-19 e recebe pacientes encaminhados pela UPA. Esses leitos substituem a estrutura que foi utilizada por seis meses na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, na Vila Xavier. Entre abril e outubro de 2020, mais de 300 pacientes foram atendidos na instituição, que fica em frente ao polo de triagem da UPA da Vila Xavier e já foi devolvida à igreja.

registrado em: ,