Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2021 / Junho / 08 / Boletim Diário do Comitê de Contingência do Coronavírus - nº 450 - de 8 de junho de 2021

Saúde

Boletim Diário do Comitê de Contingência do Coronavírus - nº 450 - de 8 de junho de 2021

boletim 8 de junho.jpg

 

 

O Comitê de Contingência do Coronavírus Araraquara, instituído por decreto municipal, se reuniu nesta terça-feira, dia 8 de junho de 2021, para novas deliberações sobre as medidas de combate à transmissão da Covid-19.


Conforme balanço divulgado semanalmente, sempre às terças-feiras, a Rede de Solidariedade do Município arrecadou, de 25 de março de 2020 a 7 de junho de 2021, um total de 243.193 quilos de alimentos. Outros 433.821 quilos foram comprados pelo município. O resultado foi a entrega, até agora, de 24.756 cestas que atenderam, até o momento, 9.163 famílias em situação de vulnerabilidade em 2020 e 5.034 famílias em 2021.

 

As cestas são distribuídas no território da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, nas unidades dos CRAS que estão atendendo o público e também através do Fundo do Fundo Social de Solidariedade.

 

A Rede de Solidariedade também contabilizou, até 7 de junho de 2021, a arrecadação de 35.606 itens de limpeza e higiene pessoal, destinados em 7.194 kits. Foram doados ainda 21.628 litros de leite.

 

Em dinheiro, a conta corrente da Rede de Solidariedade recebeu R$ 21.976,87. Já foram utilizados, desta conta, R$ 8.204,70 para adquirir itens e completar cestas que foram entregues. O saldo atual é de R$ 13.772,17.

 

A demanda da Rede de Solidariedade também conta com cestas de alimentos e de hortifrutigranjeiros da alimentação escolar, por iniciativa da Secretaria Municipal da Educação. Até agora, a Secretaria da Educação contabiliza a distribuição de 172.181 kits de cestas para 9.992 famílias de alunos matriculados na Rede Municipal.

 

Vale destacar que seguem os atendimentos na Sede da Secretaria Municipal da Saúde, além dos CRAS Cruzeiro do Sul, Hortênsias, Maria Luiza, Selmi Dei, São Rafael, Vale do Sol, Vale Verde e Yolanda Opice.

 

A Rede de Solidariedade atende pelo canal 0800-7731145, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30.

 

Além disso, está em andamento, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, a campanha de arrecadação de alimentos e de produtos de higiene e limpeza nos drive-thru de vacinação do Sesc (no Quitandinha), das 8h às 16h, e do Cear, das 9h às 15h.

 

Desde o início da campanha, já foram arrecadados 9.785 toneladas de alimentos e 708 itens de higiene e limpeza nos dois pontos de drive-thru. Todos os produtos e itens arrecadados serão destinados à Rede de Solidariedade.

 

Vale destacar ainda que, de segunda a sexta-feira, as pessoas podem fazer suas doações, entregando nos seguintes endereços: Casa dos Conselhos, na Avenida Portugal, 583, Centro, das 8h às 17h; Fundo Social de Solidariedade, na Rua Imaculada Conceição (Rua 12), 3885, Vila Yamada, das 7h às 13h; e no Banco de Alimentos, na Avenida Padre Antônio Cesarino, 808, Vila Xavier, das 7h às 15h.

 

E uma outra forma de doar recursos financeiros à Rede de Solidariedade é o PIX, transferência bancária gratuita e instantânea, cuja chave é o e-mail rededesolidariedade@araraquara.sp.gov.br

 

 

 

Situação epidemiológica

 

Araraquara registrou nesta terça-feira mais 119 casos positivos de Coronavírus, o equivalente a 21,13% de 563 amostras analisadas nos serviços públicos e privados de saúde e nos setores econômicos e sociais do município, ou seja, sintomáticos e também assintomáticos testados na busca ativa. Considerando apenas os sintomáticos que procuraram os serviços de saúde, esse percentual sobe para 28,32% de 406 amostras, sendo, destas, 115 positivados.

 

Araraquara soma 22.655 casos confirmados de Covid-19.

 

Considerando que o índice de testes em geral (sintomáticos e assintomáticos) ultrapassou 20% na data de hoje, o município alcançou, pela primeira vez, o índice que estabelece o fechamento das atividades econômicas e sociais, desde que o decreto municipal entrou em vigor. O município entra, portanto, em estado de alerta máximo.

 

De acordo com o decreto municipal, para que os segmentos econômicos e sociais de Araraquara continuem abertos para atendimento presencial, a taxa de positividade para Covid-19 nos testes não pode ultrapassar 30% dos indivíduos sintomáticos ou 20% nos testes em geral (contando sintomáticos e assintomáticos) por três dias consecutivos ou por cinco dias alternados dentro de um prazo de sete dias de intervalo.

 

Caso esses índices sejam ultrapassados, a abertura das atividades econômicas e sociais será suspensa para o controle da pandemia pelo prazo de, no mínimo, sete dias.

 

Os números revelam, portanto, que a situação é grave e que a Covid-19 avançou na cidade, exigindo o cumprimento rigoroso das medidas sanitárias que podem conter a transmissão do vírus da cidade. O município está em estado de alerta máximo e cabe à população em geral participar deste enfrentamento, para evitar que medidas mais restritivas tenham que ser adotadas. Zelar pela vida é obrigação de todos.

 

O Comitê segue analisando com rigor a situação epidemiológica para deliberar sobre as novas ações de enfrentamento à pandemia e a força-tarefa da Prefeitura está nas ruas fiscalizando e cobrando o cumprimento das regras e normas previstas no decreto municipal.

 

Nesta terça-feira, do total de confirmados, 861 permanecem em quarentena e 21.337 já saíram. Aguardam resultado de exames 1.038 amostras.

 

Em relação às testagens realizadas nos setores econômicos e sociais do município, foram aplicados no dia 7 de junho, 157 testes, em 8 estabelecimentos, sendo 4 positivados em diferentes estabelecimentos do setor de serviços.

 

Hoje, 197 pacientes estão internados. Destes, 104 estão em enfermaria – 4 suspeitos e 100 confirmados. E 93 confirmados estão na UTI.

 

Com relação às internações nos serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (públicos e privados), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 65% de leitos de enfermaria e 90% de UTI.

 

Hoje, a Santa Casa de Araraquara tem 15 pacientes internados com Covid-19, o Hospital São Paulo tem 41 pacientes, o Hospital São Francisco tem 33 pacientes, o Hospital de Campanha tem 53 pacientes, o HEAB (Hospital Estadual de Américo Brasiliense) tem 41 pacientes e a Unidade de Retaguarda do Melhado tem 14 pacientes.

 

Do total de 197 internados, 108 são moradores de Araraquara e 89 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade, sendo que 43 estão em enfermaria e 46 estão em UTI.

 

Os 89 pacientes de outros municípios residem em Américo Brasiliense (10), Araras (1), Barra Bonita (3), Barretos (1), Batatais (1), Boa Esperança do Sul (3), Borborema (4), Capivari (2), Descalvado (2), Dourado (2), Franca  (1), Gavião Peixoto (7), Guariba (1), Ibaté (3), Ibitinga (2), Itápolis (7), Leme (3), Limeira (1), Matão (2), Morro Agudo (1), Motuca (2), Piracicaba (2), Porto Ferreira (1), Ribeirão Bonito (1), Rincão (4), Santa Cruz das Palmeiras (1), Santa Eudóxia (1), Santa Rita do Passa Quatro (1), São Carlos (12), São José do Rio Preto (1), Tabatinga (3), Tambaú (1) e Taquaritinga (2).

 

Araraquara registrou, até o momento, 457 óbitos decorrentes de Covid-19. Não houve registro de óbito nas últimas 24 horas.

 

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.

 

Araraquara já aplicou, até o momento, 106.373 doses, sendo 68.488 da primeira dose e 37.885 da segunda dose.

 

Os dados sobre os bairros com casos confirmados e o perfil dos positivados podem ser consultados em link disponibilizado pela Prefeitura, em parceria com o grupo Urbie, Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana da Ufscar. (https://arcg.is/neO5H).

 

As informações oficiais sobre o enfrentamento do Coronavírus no município estão no site www.araraquara.sp.gov.br e nas redes sociais da Prefeitura de Araraquara.

 

 

registrado em: , ,