Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2021 / OUTUBRO / 04 / Edinho e secretários vistoriam danos causados por vendaval em escola do Valle Verde

Educação

Edinho e secretários vistoriam danos causados por vendaval em escola do Valle Verde

Prefeitura irá contratar empresa em caráter emergencial para recuperar a unidade; chuva e fortes ventos derrubaram mais de 40 árvores no domingo
foto02 Prefeito Edinho e secretários verificam danos causados por vendaval em escola do Valle Verde 04out21 Celso Luís Gallo.jpg

 

 

O prefeito Edinho, secretários municipais e a equipe de Obras da Prefeitura vistoriaram na manhã desta segunda-feira (4) a Emef Edmilson de Nola Sá, na região do Valle Verde. A unidade escolar sofreu danos após os fortes ventos registrados no último domingo (3).

A Prefeitura irá contratar uma empresa em caráter emergencial para solucionar os problemas causados pelo vendaval, que chegou a aproximadamente 100 km/h, segundo a Defesa Civil.

Na escola do Valle Verde houve destelhamento nos beirais de alguns blocos de salas de aula, parte do elemento vazado da quadra poliesportiva caiu e também cedeu uma parte do muro na divisa da escola com o terreno ao lado. Ninguém ficou ferido. As aulas presenciais foram suspensas para a realização dos reparos e continuarão de forma remota.

“A escola foi interditada, pois não tem condições de acolher os alunos. É uma escola recente, entregue no ano passado. Uma escola escolhida no Orçamento Participativo. Infelizmente, o vendaval causou danos importantes. Vamos iniciar um processo de contratação em caráter emergencial para uma empresa estar aqui ainda esta semana para recuperar a escola o mais rápido possível”, disse o prefeito.

Edinho ainda destacou que as equipes da Prefeitura estão verificando e trabalhando para solucionar os danos causados pelo vendaval em todo o município.

“Nossas equipes estão na cidade levantando todos os danos para apoiar as famílias que tiveram casas danificadas, árvores que caíram em cima de veículos. Vamos retirar todas as árvores que caíram. Há muito tempo Araraquara não passava por um processo tão difícil como esse. Estamos aqui trabalhando e vamos recuperar nossa cidade e colocar tudo em ordem”, complementou Edinho.

Estiveram na visita à Emef Edmilson de Nola Sá a secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, e o secretário de Obras e Serviços Públicos, Sérgio Pelícolla; Antonio Carlos Capela, gerente na Secretaria de Obras e Serviços Públicos; Luciano Cavichioni, engenheiro da Secretaria de Obras e Serviços Públicos; além do diretor da escola, Carlos Eduardo da Silva Ferreira, e da vice-diretora, Maria Luísa Goss de Carvalho.

Ventania


Os fortes ventos do domingo tiveram duração de 20 a 30 minutos, de acordo com a Defesa Civil. Cerca de 40 árvores caíram em toda a cidade. Também houve registro de quedas de fiação elétrica, coberturas comerciais, outdoors, postes de iluminação, entre outras estruturas.

Apesar do vendaval e da ‘tempestade de areia’ presenciada em alguns bairros, o volume de chuva foi baixo: 9,2 milímetros no ponto de maior incidência.

O site da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil aponta estado de alerta para risco de tempestade na região de Araraquara, assim como boa parte do estado de São Paulo, nas próximas 72 horas — desta segunda até quarta-feira (6).

 

 

 

 

 

registrado em: , ,