Você está aqui: Página Inicial / Notícias / 2021 / Setembro / 24 / Prefeitura entrega reforma do CER Padre Bernardo Plate

Educação

Prefeitura entrega reforma do CER Padre Bernardo Plate

Revitalização da unidade de educação básica do Jardim Santa Lúcia foi eleita pelo Orçamento Participativo
foto06 Prefeito Edinho entrega remodelação e ampliação no CER Bernardo Plate 24set21 Tetê Viviani (1).jpg

 

 

 

Na manhã desta sexta-feira (24), foi realizada a solenidade de entrega das obras de reforma e ampliação do Centro de Educação e Recreação (CER) Padre Bernardo Plate, no Jardim Santa Lúcia. A revitalização foi uma conquista da região por meio das plenárias do Orçamento Participativo. Por conta da pandemia da Covid-19, a cerimônia contou com público reduzido e seguiu os protocolos de segurança sanitária preconizados pelo Comitê de Contingência do Coronavírus. A população pôde acompanhar ao vivo pela página da Prefeitura de Araraquara no Facebook, onde o vídeo se encontra disponível para visualização.  


O prefeito Edinho lembrou do empenho da cidade no enfrentamento à pandemia e observou que agora é preciso se pensar em um trabalho para focar na recuperação da educação. "Só tem um instrumento para combatermos a exclusão social e esse instrumento se chama educação. Uma sociedade mais justa se constrói com igualdade de oportunidade e a igualdade de oportunidade se dá pela educação. Se não tivermos educação, um adolescente de bairro periférico, de bairro pobre, não poderá ter uma boa profissão, seja ela técnica ou superior. E aí não terá igualdade de oportunidade para fazer com que sua família tenha uma condição melhor do que aquela que ele teve. Esse é o nosso desafio", comentou.

A vereadora Thainara Faria (PT), que representou a Câmara Municipal no evento, enalteceu a participação popular na concretização da obra. "Absolutamente nada é feito sozinho. Cada um e cada uma que aqui estão tiveram papel fundamental, em uma ligação que foi feita, em uma briga que foi travada, em uma briga por recursos, nas conversas que foram feitas, nas votações na Câmara Municipal, nos conselhos do Orçamento Participativo. A cidade não anda se não estivermos juntos", apontou.

A secretária municipal de Educação, Clélia Mara dos Santos, falou da importância de oferecer uma estrutura de qualidade aos alunos. "Esse espaço constitui e reflete a necessidade que este município, este estado e este país têm de efetivamente garantir o que é direito social e das nossas crianças, em qualquer tempo e em qualquer momento, especialmente em um tempo pandêmico como esse. Garantir que as crianças bem pequenas estejam aqui acolhidas e em pleno processo de educar é da nossa conta e da nossa responsabilidade, pública, ética e de compromisso com a educação. É por isso que estamos tão felizes de entregar hoje à comunidade do Jardim Santa Lúcia um espaço totalmente revitalizado", articulou.

O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Sérgio José Pellícola, enalteceu a qualidade da remodelação. "É uma obra importantíssima, escolhida pelo Orçamento Participativo, e olhando tudo o que foi feito aqui dá para se ver um capricho tremendo. São momentos como esse que recompensam todo o cansaço, toda a correria, toda a atenção do dia a dia. É um momento feliz por entregar uma obra dessa qualidade, uma obra lindíssima. Parabéns a todos os envolvidos", declarou.

A diretora do CER Padre Bernardo Plate, Andreza de Souza Fernandes, se mostrou emocionada com a entrega das obras. "Foi graças a essa verdadeira força tarefa que temos hoje uma escola totalmente remodelada, equipada, linda, para fazermos o que sabemos fazer de melhor: socializar e democratizar o acesso ao conhecimento, dando condições para que as crianças desenvolvam as suas máximas potencialidades", mencionou.

A educadora Nereide de Oliveira Medeiros, que também é representante da comunidade escolar e do Orçamento Participativo, agradeceu o empenho de todos os responsáveis pela reforma. "Nossa comunidade, sabendo da importância da educação infantil na vida desses pequeninos, é quem agradece. E nós, funcionários, vendo a mudança e a beleza que ficou o nosso CER, não podemos deixar de agradecer junto. Obrigado a todos, sem nenhuma exceção, que de alguma forma fizeram parte dessa linda transformação", ressaltou.

Também marcaram presença o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, Aluísio Boi (MDB), os vereadores Paulo Landim (PT), Guilherme Bianco (PCdoB) e Carlão do Jóia (Patriota), a secretária de Direitos Humanos e Participação Popular, Amanda Vizoná; o secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, Coronel João Alberto Nogueira Júnior; a proprietária da Araplan Engenharia e Gerenciamento (empresa responsável pela obra), Danila de Freitas Santos; e a representante do Conselho do Orçamento Participativo, Patrícia Ferreira.

As obras

As obras tiveram o custo de R$ 961.306,09 por meio do contrato firmado entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal pelo FINISA (Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento). O local passou por reforma geral e adequações do prédio existente com substituição de piso cerâmico e vinílico, revisão da instalação hidráulica, revisão da instalação elétrica, pintura geral da edificação, substituição de revestimento cerâmico, revisão das esquadrias metálicas, substituição das portas de madeira, implementação de elementos de acessibilidade e adequações gerais, ampliação do edifício com a construção de lavanderia e depósito, adequação da área externa com execução de sistema de drenagem, acerto do piso externo, substituição do pergolado, fornecimento e colocação de brise metálico, construção de sala de reuniões e espaço de café para os funcionários, remodelação dos banheiros do berçário I e II, remodelação do lactário e renovação do telhado do galpão de refeições.


O homenageado

O Padre Bernardo Plate, que dá nome à unidade de educação desde 1985, nasceu em 6 de setembro de 1896 na Alemanha. Aos 14 anos de idade entrou para o Seminário do Verbo Divino em Steyl, no seu país de origem. Durante a Primeira Guerra Mundial foi incorporado ao exército, sendo dispensado mais tarde por problemas de saúde. Em 1927 recebeu a ordenação sacerdotal e foi destacado para o Brasil por conta do clima, que favoreceria sua condição física. Trabalhou em São Paulo, Registro-SP e Iguape-SP.

Em 1943 se mudou para Araraquara, onde permaneceu por dez anos à frente da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo. Entre suas realizações destaca-se a construção da Igreja Matriz. Nas tardes de domingo, o padre percorria trilhas cantando com um megafone e reunia as crianças em um barraco de bambu coberto com folhas de palmeiras trançadas, que ficava no local onde foi construído o CER em 1985. Trabalhou também em Foz de Iguaçu-PR e em Ponta Grossa-PR. Posteriormente, foi Superior Regional em Portugal e fez parte do Conselho Provincial, bem como de dois Capítulos Gerais em Roma. Regressou a Araraquara em 1967 e voltou a colaborar nas atividades paroquiais. Um ano depois seguiu para Gavião Peixoto, onde faleceu no dia 15 de outubro. Foi sepultado no Cemitério São Bento de Araraquara.

 

 

registrado em: ,