NOTÍCIAS

Voltar

“A fome precisa ser destruída”, diz Edinho no aniversário de dez anos do Banco de Alimentos

27 de julho de 2017


Um evento comemorativo marcou os dez anos de fundação do Banco Municipal de Alimentos, na sede da Coordenadoria de Segurança Alimentar, na Vila Xavier, na manhã desta quinta-feira (27). Também tomou posse a nova gestão do Comsan (Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional).

O Banco de Alimentos foi inaugurado em 2007, no segundo mandato do prefeito Edinho. À época, o projeto foi apresentado ao Governo Federal (Luiz Inácio Lula da Silva era o presidente) e Araraquara recebeu os recursos para a reforma e a adequação do local que se transformou na sede de um dos primeiros bancos de alimentos do Brasil.

“Não há nada que fira mais a dignidade do que não conseguir alimentar quem depende de você, não conseguir levar comida à mesa. A fome é a pior inimiga da dignidade humana e tem que ser destruída”, afirmou Edinho, que também parabenizou a todos da equipe de Segurança Alimentar.

O prefeito reforçou a importância da posse dos 36 integrantes do Comsan. “O conselho será o gestor das políticas que constroem a segurança alimentar e vai fiscalizar se a Prefeitura estará cumprindo suas metas.”

A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Eloísa Mortatti, também parabenizou a todos os funcionários. “Fico muito feliz por fazer parte desse trabalho e que busca lutar contra a desigualdade”, disse.

“É um grande dia de festa para nós”, celebrou o coordenador de Segurança Alimentar, Marcelo Mazetta, destacando que o programa atende “a população que mais precisa”.

O deputado federal Valmir Prascidelli (PT-SP), que era presidente da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo) quando o Banco de Alimentos foi inaugurado, também esteve presente na comemoração e ressaltou que o projeto “é fundamental para que a gente possa alcançar a qualidade de vida”.

Representando a Câmara, José Carlos Porsani (PSDB) destacou que “os conselhos têm que funcionar” e disse que o Legislativo está à disposição da Prefeitura para o bem de Araraquara. “Vamos trabalhar aquilo que é bom para a cidade”, afirmou.

Ainda participaram do evento o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto; os vereadores Roger Mendes (PP) e Paulo Landim (PT); a presidente do Comsan, Márcia Aire Pedro Antônio; o coordenador de Segurança Alimentar, Marcelo Mazetta; e a coordenadora de Agricultura, Silvani Silva.

 

Equipamentos

A solenidade também marcou a entrega de um veículo utilitário e de equipamentos para a Padaria Solidária, adquiridos a partir de convênio com o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social).

Esses equipamentos irão possibilitar a diversificação da produção da Padaria Solidária, além de aumentar e melhorar a produtividades de pães (que atualmente é de 14 mil unidades por mês).

Através do PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), o Banco de Alimentos deverá receber este ano, de maio a dezembro, 25 toneladas por mês de alimentos (frutas, legumes e verduras) adquiridos pela Prefeitura junto a 89 agricultores familiares e assentados da reforma agrária.

O Banco também recebe produtos de empresas privadas, numa média de seis toneladas de alimentos por mês, entre perecíveis e não perecíveis, que são triados, separados e reembalados antes de serem entregues às entidades e programas sociais do município.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis