NOTÍCIAS

Voltar

Agricultura retoma Programa de Aquisição de Alimentos

16 de maio de 2017


Com a participação de produtores dos assentamentos rurais e da agricultura familiar e diretores de entidades sociais, as coordenadorias de Agricultura e Segurança Alimentar lançaram nessa terça-feira (16), o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), de 2017, na Central de Abastecimento localizada na Vila Xavier, região central de Araraquara.

Na prática, a Prefeitura compra com recursos federais parte da produção dos assentados, verduras, legumes e frutas e distribui às entidades sociais cadastradas no Banco de Alimentos.

O vice-prefeito e secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto, ressaltou a importância da retomada do PAA. “Uma nova etapa que beneficiará mais de 2 mil assistidos com produtos de qualidade”, destaca.

O investimento federal é de R$ 577 mil e o prazo para compra vai até o final de dezembro informa a coordenadora de Agricultura, Silvani Silva. “Temos 89 pequenos agricultores integrados ao programa e com oferta de produtos de alta qualidade”, enfatiza.

“A integração entre produtores e diretores de entidades sociais é altamente positiva para se conhecerem melhor e valorizar o PAA”, complementa o coordenador de Segurança Alimentar Marcelo Mazeta.

Para a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Eloisa Mortatti a parceria entre agricultores e entidades sociais é fundamental para os assistidos. “Conferimos de perto a qualidade dos produtos e agradecemos a todos integrantes do programa”, disse

“Além dos alimentos que é primordial para as entidades, o PAA gera renda para os agricultores e promove a inclusão social”, resume o coordenador municipal de Economia Criativa e Solidária, Reinaldo Sorbille.

De acordo com o produtor Fernando Gonçalves, a renda oriunda da venda dos produtos “é garantida e não há riscos”.

Experiente na administração de entidades sociais, o vereador José Carlos Porsani lembrou as dificuldades que todos enfrentaram na falta do PAA. “Sem dúvida o programa alivia o caixa e é muito gratificante a sua retomada”, elogia

 

Entidades

“Os hortifrutis doados fortalecem o almoço das crianças que vão bem alimentadas para as aulas”, conta a assistente social Telma Schalk da entidade Mestre Jesus, no Jardim das Hortências, que assiste 65 jovens.

A assistente social Creonice Almeida do Centro Educação Especial AAEE, no Jardim Aclimação, resumiu que os alimentos doados à entidade são fundamentais para “a qualidade de vida dos assistidos”.

“A parceria entre a prefeitura e os produtores é importante para todas as entidades sociais”, opina a assistente social Sônia Camargo, da Associação São Pio.

 

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis