NOTÍCIAS

Voltar

“Araraquara é referência em escola do campo”, afirma palestrante em Seminário em Bueno de Andrada

16 de outubro de 2017


A coordenadora estadual da Educação do Campo e Educação Indígena da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, Érica Fernanda Justino, participou nessa quarta-feira (11) da mesa redonda ‘Currículo e Educação Integral’ do Seminário de Educação do Campo de Araraquara e afirmou que a cidade é uma referência em escola do campo no Brasil.

“As escolas de campo de Araraquara são objetos de pesquisa pelas grandes universidades e a quantidade de professores participantes deste Seminário é impressionante. A cidade está na contraposição do esvaziamento do campo que ocorre em outras regiões”, disse Érica Justino.

De acordo com o professor coordenador da Educação Integral das Escolas do Campo, Alexandre Ferrari, o objetivo do Seminário é melhorar a estrutura e qualidade do ensino no campo dentro das características, história e espaço geográfico de cada região. “Os palestrantes são comprometidos com esta missão”, resumiu Ferrari.

A iniciativa do prefeito Edinho Silva “é a construção de propostas para a administração municipal se aproximar da realidade do campo e desenvolver políticas públicas para ampliar o currículo dos profissionais que atuam na educação”, avaliou o coordenador municipal executivo da Educação Básica Alexandre Freitas.

 

Reflexão

Para a secretária Municipal da Educação, Clélia Mara Santos, “o Seminário provocou uma reflexão sobre Educação no Campo e, com a colaboração dos professores e pesquisadores das Universidades parceiras e de novos vindos do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, os profissionais da educação e comunidade escolar das escolas do campo terão material suficiente para enriquecer as propostas e apontar caminhos para a superação das dificuldades e construção da Educação do Campo como modalidade da educação básica, com Diretrizes curriculares, material didático e identidade própria, e em permanente articulação com a comunidade, seus projetos e anseios, em que a qualidade social da Educação das escolas do campo se reflita cotidianamente no desenvolvimento das aprendizagens e da formação dos alunos/cidadãos que nela estudam”, avaliou.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis