NOTÍCIAS

Voltar

“Araraquara só será justa quando os jovens tiverem oportunidade”, diz Edinho

14 de agosto de 2017


Em conversa com a juventude, no sábado (12), o prefeito Edinho destacou que Araraquara só será uma cidade justa quando todos os jovens tiverem oportunidades iguais. O bate-papo abriu a série de atividades em comemoração ao Dia da Consciência Jovem.

 

“A plenária temática do OP foi importante porque os jovens escolheram que a Prefeitura recupere espaços de cultura e de lazer. Vivemos em uma cidade em que o lazer é um direito da elite. Às vezes, a família não tem condições de ser sócia de um clube, pagar a entrada de um show, de um teatro. O jovem tem que ter direito à cultura”, afirmou o prefeito.

“Vamos pactuar a construção de uma cidade mais justa, mais humana e que crie oportunidade para a juventude. Araraquara só será justa quando nossos jovens tiverem oportunidade”, ressaltou.

Edinho lembrou que o Conselho Municipal da Juventude foi reorganizado e que o programa “Jovem Cidadão” irá voltar (o edital será lançado).

“Vamos voltar com o Jovem Cidadão ainda em agosto, oferecendo estágio remunerado ao jovem do ensino médio, do ensino técnico ou do ensino superior que tenha dificuldade para estudar. Vamos lançar o edital para que os jovens possam se inscrever. É uma vitória legal para a juventude.”

Também participaram da abertura do evento as secretárias Juliana Agatte (Planejamento e Participação Popular) e Priscila Luiz (Comunicação), o assessor de Políticas para a Juventude, Guilherme Floriano, e a coordenadora de Direitos Humanos, Maria Fernanda Luiz.

Até a noite de sábado, o evento contou com batalha de Rap, breaking dance, exposição de quadros, intervenções teatrais, além da impressão do Cartão ID Jovem – que permite aos jovens de baixa renda que paguem meia entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e dá direito a passagens gratuitas em viagens interestaduais.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis