NOTÍCIAS

Voltar

Bicicleta “contadora de histórias” é destaque no Território das Artes

9 de junho de 2017


“Tracktana” – este é o nome de uma das instalações artísticas do Território da Arte que vem chamando atenção por onde passa! Apesar de estática, a bicicleta tem movido corações com a sua particularidade: ela conta um poema para quem interage com ela através dos seus pedais.

 

A “Audioinstalação Bike” reúne literatura e tecnologia, sendo dirigida a todas as idades. A instalação artística interativa oferece uma obra literária, em áudio, instalado em uma bike adaptada com equipamento de geração de energia elétrica – com um dínamo. O espectador se torna ouvinte e a “bicicleta” uma contadora de histórias, propiciando um mergulho no mágico literário.

 

O projeto, sob a coordenação de Icon Artes e Assis Furtado, estreou em maio na abertura do Território da Arte, programa anual realizado pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart. Este mês, o itinerário passou pelo Terminal de Integração e Plenária do Orçamento Participativo no CER Honorina Comelli Lia (Jd. Imperador).

 

Agora, a instalação se prepara para encerrar a participação no Território, estando na próxima quarta-feira (14), no Terminal Rodoviário, das 17 às 19 horas. Vale destacar que Tracktana é um dos seis projetos selecionados por meio de edital para a participação no Território da Arte.

 

Entre este mês e o próximo, a cidade também irá conferir as outras propostas selecionadas: “Co- Ti- Dia- No” (intervenção digital), “Intervenções em Mobiliários Urbanos”, “Palheta de Cores do Arrebol”, “Arte no lixo” e “Instalação de Esculturas e domos de barro”.

 

A 14ª edição do Território da Arte – programa que contempla as artes plásticas e visuais, reunindo pinturas, esculturas e instalações, entre outras manifestações artísticas – tem o intuito de prover a cidade como suporte para os artistas intervirem, utilizando da temática de comemoração dos 200 anos e descentralizando a possibilidade de toda a população conviver com essa linguagem artística ainda tão elitizada. Assim, o tema proposto é “A cidade como suporte”.

 

Toda a programação é gratuita.

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis