NOTÍCIAS

Voltar

Centro de Referência da Mulher promove ações nos CRAs durante o mês de março

28 de fevereiro de 2018


Com o objetivo de fortalecer a rede de proteção às mulheres, o CRM (Centro de Referência da Mulher) promoverá uma série de ações nos Cras (Centros de Referência da Assistência Social) de Araraquara durante todo o mês de março. A iniciativa integra o projeto “CRM nos Cras – Plantão e diálogo sobre violência”, com lançamento nesta quinta (1º), às 10h30, na sede do Centro de Referência da Mulher, com a presença do prefeito Edinho.

O projeto acontece por meio de uma parceria entre as secretarias municipais de Planejamento e Participação Popular e de Assistência e Desenvolvimento Social. O lançamento marca o início das atividades alusivas ao 8 de Março, Dia Internacional da Mulher que terá como tema “Agora é o momento – mulheres que transformam”.

A ação irá promover em cada um dos Cras da cidade oficinas específicas, voltadas para beneficiárias dos programas de transferência de renda que já frequentam os Centros de Referência. As rodas de conversa serão direcionadas para cada faixa etária (crianças, adolescentes, mulheres adultas e idosas) e englobarão as formas de violência e como pedir ajuda.

No dia de cada oficina, o Centro de Referência da Mulher também estará de plantão no Cras para atender as mulheres da comunidade. Serão oferecidos plantão psicológico, acolhimento e encaminhamento aos diversos serviços da Prefeitura nas áreas de habitação, trabalho, saúde, educação, cultura e esporte. “Será um dia de escuta atenta das demandas de todas essas mulheres, a fim de encaminhá-las aos serviços da Prefeitura e promover dignidade e qualidade de vida”, conta a coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres, Amanda Vizoná.

De acordo com Amanda, o desenvolvimento do projeto por meio do trabalho intersetorial pretende alcançar o maior número possível de mulheres e fortalecer a rede de proteção. “São crescentes as estatísticas de violência contra a mulher no município, assim como no restante do país. Para combater essa violência, as políticas públicas devem se empenhar na descentralização dos serviços e na busca ativa dessas mulheres que, por muitas vezes, permanecem em silêncio, sem saber como pedir ajuda”, explica.

 Calendário:

 01/03 – 14h: Cras Cecap – Grupo de adolescentes

 02/03 – 8h30: Cras Vale do Sol – Grupo de idosas

 05/03 – 9h: Cras Cecap

 07/03 – 9h: Cras Yolanda – Grupo de idosas

 08/03 – 8h30: Cras Parque São Paulo – Grupo de idosas

 09/03 – 8h30: Cras Parque São Paulo – Grupo Bem me quer

 12/03 – 8h30: Cras Cruzeiro do Sul – Grupo de idosas

 14/03 – 8h30: Cras São Rafael

 16/03 – 8h30: Cras Selmi Dei – Grupo de idosas

 21/03 – 10h: Cras Maria Luiza

 23/03 – 8h15: Cras Hortênsias – Grupo de idosas

 26/03 – 9h: Cras Maria Luiza – Grupo de crianças e adolescentes

 28/03 – 8h30: Cras Selmi Dei

 29/03 – 8h30 – Cras Cruzeiro do Sul

Voltar

Acesso Rápido

Siga-nos no Facebook

Links Úteis